Projeto Articula realiza live em comemoração aos 21 anos da Lei de Aprendizagem

Projeto Articula realiza live em comemoração aos 21 anos da Lei de Aprendizagem

Quer conhecer mais os impactos sociais da Lei de Aprendizagem?

Então não perca, dia 16 de dezembro a partir das 15h, acompanhe ao vivo a edição especial do projeto Articula com a live “21 Anos da Lei de Aprendizagem e seus Impactos Sociais”.

O encontro, mediado por Alessandro Saade, superintendente do Espro, propõe uma reflexão sobre o cenário da socioaprendizagem, seus avanços durante as últimas duas décadas e as expectativas para 2022.

Neste bate papo, contamos com a participação de Hudson Márcio Moreschi Junior, Secretário de Assistência Social do município de Cascavel, Maria do Carmo Brant de Carvalho, conselheira do Grupo Orientador da Fundação Itaú Social e Luiz Augusto Prado Barreto, Presidente do Conselho Diretor do Espro.

Programe-se: dia 16/12, a partir das 15h com transmissão ao vivo pelo Canal EsproOficial do Youtube. Clique aqui, ative o lembrete e garanta presença nesse evento inspirador.

Nosso time de convidados é mais um motivo para garantir a sua presença. Confira:

- Mediação Alessandro Saade

Superintendente do Espro, é idealizador do Empreendedores Compulsivos e conselheiro do Comitê de Inovação da Arcelor Mittal.

- Luiz Augusto Prado Barreto, Presidente do Conselho Diretor do Espro

Presidente do Conselho Diretor do Espro, é conselheiro da Fundação Liceu Pasteur e atua há 45 anos na área jurídica.

- Maria do Carmo Brant De Carvalho

Conselheira do Grupo Orientador da Fundação Itaú Social, é Doutora em Serviço Social, exercendo o posto de Secretária Nacional de Assistência Social.

 - Sr. Hudson Márcio Moreschi Jr
Secretário de Assistência Social de Cascavel com 15 anos de experiência, foi coordenador do Programa Compra Direta da Agricultura Familiar.

Saiba mais sobre o projeto Articula

O Projeto Articula é uma iniciativa realizada pelo Espro que vem para somar forças pela garantia dos direitos dos adolescentes e jovens. A proposta potencializar e articular uma grande rede de atuação, alcançando cada vez mais pessoas e de forma mais profunda e efetiva por meio de encontros periódicos com a participação de entidades, movimento sociais e órgãos públicos que atuam em defesa dos direitos de adolescentes e jovens