Outubro Rosa: Declare seu amor por você. Na luta contra o câncer de mama! Saiba mais
O papel da Aprendizagem na luta pela erradicação da pobreza

O papel da Aprendizagem na luta pela erradicação da pobreza

Anualmente, é comemorado o Dia Internacional para Erradicação da Pobreza em 17 de outubro. A data existe para destacar a importância de reunir esforços na construção de uma sociedade igualitária e sustentável. Isso porque viver na pobreza é uma condenação que viola os Direitos Humanos, impedindo que as pessoas tenham meios para subsistir com dignidade. E o Espro atua ativamente no combate à pobreza, estando alinhado com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), estabelecidos pela Assembleia Geral das Nações Unidas.

Entre tantos projetos e ações, o Programa de Socioaprendizagem ganha destaque nessa missão, oferecendo capacitação e promovendo a inserção de adolescentes e jovens no mundo do trabalho. Um dado que demonstra a preocupação com a transformação social é de 2019, em que grande parte dos atendimentos realizados foram direcionados a indivíduos em situação de vulnerabilidade (51% entre alta e altíssima vulnerabilidade e 32% em média).

Importante reforçar que esse trabalho é resultado não apenas dos esforços do Espro, mas também das empresas parceiras da instituição. São elas que permitem proporcionar oportunidades de primeiro emprego na luta pela erradicação da pobreza. Por isso aproveitamos a oportunidade para destacar alguns depoimentos de quem caminha conosco nessa missão. Assista abaixo.

Erradicação da pobreza e a Aprendizagem

E para deixar bastante clara a importância da Aprendizagem e seu papel ativo na erradicação da pobreza, podemos citar os três principais aspectos que fazem toda diferença na trajetória dos profissionais em formação. Destacamos, resumidamente, a seguir.

Combate à evasão escolar: de acordo com dados da PNAD Educação de 2019, mais de 20% dos adolescentes e jovens brasileiros, de 14 a 29 anos, não completaram o ensino médio. Isso quer dizer que mais de 10 milhões de jovens abandonaram ou nunca frequentaram a escola. Esse cenário é diferente para aprendizes, pois, para participar do programa, é preciso ter presença regular ou já ter concluído o ensino fundamental/médio. Por consequência, os aprendizes concluem a formação na escola, reduzindo significativamente a desigualdade educacional do país, e recebem capacitação profissional que os ajuda a permanecer no mundo do trabalho.

Quebra barreiras e gera oportunidades: por tantas dificuldades presentes no mercado, muitos adolescentes e jovens não conseguem trabalhar e nem estudar. De acordo com última atualização do IBGE PNAD Educação 2019, 26% dos jovens de 18 a 24 anos se encontram nessa condição. Comparativamente em estudo realizado no Espro, o cenário é positivo: apenas 17% dos jovens que concluíram a aprendizagem estão nessa situação.

Combate ao trabalho infantil: para participar do Programa Jovem Aprendiz é preciso ter mais de 14 anos de idade. O que está de acordo com a Lei nº 10.097/2000, que altera dispositivos da CLT proibindo qualquer forma de trabalho antes de o indivíduo completar 14 anos, seguindo a Constituição Federal. Isso é uma proteção da infância, para que crianças possam se desenvolver da melhor maneira possível. Afinal, criança tem que ser apenas criança. Assim, quando entrar na adolescência estará muito mais preparado para encontrar o primeiro emprego e aproveitar bem todo o aprendizado para se manter no mercado.

Apoio familiar: em momentos de crise, é comum acontecer de os aprendizes se tornarem provedores de suas famílias, quando há situação de redução ou ausência de receita em casa. Podemos citar a recente pandemia que provocou aumento do desemprego. Entretanto, na primeira pesquisa realizada Espro Covid-19, ficou clara a importância da aprendizagem, quando apenas 13% dos aprendizes foram afetados, em comparação com 45% de familiares ou pessoas que residem na mesma casa.

Existem muitos outros pontos que poderiam ser incluídos aqui. Mas acreditamos que a defesa da educação, em todas as suas formas, é a principal peça para construir uma sociedade igualitária a sustentável. Confira outras informações aqui em nosso site e descubra como você pode fazer parte dessa transformação!

FAÇA PARTE DESSA CAUSA! Entre em contato com o nosso time e descubra como sua empresa pode contribuir na transformação de vidas. Clique aqui para informações completas.

Informações complementares:

  • Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza – Mercosul
  • Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) – Nações Unidas Brasil
  • Lei do Aprendiz: como anda a política considerada uma das maiores armas contra o trabalho infantil no Brasil – Rede Peteca
Compartilhe:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments