Jovens do Espro Rio integram exposição de arte

Jovens do Espro Rio integram exposição de arte

Diferentes formas de manifestação artística puderam ser vistas durante a exposição "Assim me vejo", que ocorreu durante o mês de maio, na Casa França Brasil. Juntamente com crianças e adolescentes do Jacarezinho, os aprendizes do Espro ligados a empresa Farmoquímica, também puderam mostrar, por meio da arte, como cada um se vê.

Além disso, jovens do Espro Rio puderam visitar a exposição e observar a arte dos demais colegas de treinamento.

O artista plástico e arte-educador Helio Rodrigues explica que a intenção da exposição é desconstruir os olhares estereotipados e discriminadores produzidos sobre o retrato humano: “Queremos fazer com que, enquanto os visitantes assistem à capacidade expressiva e sensível dessas crianças e adolescentes, repensem a imagem que esses jovens da favela comumente representam para a sociedade”, disse.

O educador ressalta ainda que a exposição reforça o poder da arte, tanto para lidar com o diverso, quanto para fortalecer a subjetividade que nos particulariza e fortalece. “A ideia é mostrar o que de mais genuíno pode representar os indivíduos: São a riqueza da diversidade e suas tão variadas formas de representação e expressão, onde a imagem vai muito além do espelho ou de uma selfie”, observa Rodrigues.

Na oportunidade, o portal de notícias G1 fez cobertura da jornalística da exposição. Clique aqui e confira o conteúdo.

Compartilhe:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments