Espro Curitiba aumenta número de aprendizes no projeto AJA

Espro Curitiba aumenta número de aprendizes no projeto AJA

No dia 26 de julho, a gerente do Espro Curitiba, Soraia Melchioretto, esteve em Londrina para reunião a convite da juíza da 1º Vara da Infância e Juventude Camila Gutzlaff,  que também convidou a magistrada da Vara de Adolescentes em Conflito com a Lei, Claudia Catafesta, para o encontro. 

A agenda contou com a presença de aproximadamente 30 gestores de todas as unidades do Tribunal de Justiça da cidade, para uma conversa de alinhamentos, onde puderam tirar suas dúvidas sobre o perfil dos adolescentes e jovens que receberam no projeto em questão e possíveis atividades. Segundo representantes do Espro, o encontro foi bastante produtivo.

 

As tratativas se voltaram ao projeto AJA (Acolhimento de Jovens Aprendizes), criado a partir do termo de compromisso firmado em agosto de 2018. A proposta prevê a execução de iniciativas para a concepção e implementação de políticas, gestões e ações que contribuam com a inserção social de adolescentes e jovens em situação de vulnerabilidade socioeconômica via o programa de Socioaprendizagem. 

Após tratativas com o juiz do TJ-PR Sérgio Kreuz e demais responsáveis pelo projeto, a rede de restaurantes Madero aceitou aumentar o número de 50 para 80 jovens. Atualmente 50 aprendizes estão realizando atividades práticas no TJ Curitiba, e outros 15 em Londrina, que iniciaram dia 05 de agosto, mais e um jovem no TJ de Reserva do Iguaçu. Na sequência, serão incluídos 14 jovens nas comarcas de Umuarama e Ponta Grossa. 

 

Compartilhe:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments