Dez aprendizes do Espro Rio são efetivados na Casa de Saúde São José

Dez aprendizes do Espro Rio são efetivados na Casa de Saúde São José

Dez jovens aprendizes do Espro Rio foram efetivados na Casa de Saúde São José no ano passado. Desde o início do Programa Jovem Aprendiz, em 2010, essa é a fase mais produtiva em relação ao aproveitamento dos jovens e adolescentes.

Segunda Luzia Teodoro, coordenadora de Gestão de Pessoas, a boa taxa de efetivação é devido a um processo seletivo mais apurado na hora de triar os candidatos e também por conta da aproximação com o Espro.

Isso reforça o quanto a relação do Espro com as empresas parceiras é fundamental para que o Programa de Socioaprendizagem cumpra o seu papel na sociedade e na vida dos jovens e adolescentes.

Além de contratados, os jovens ainda estamparam o jornal circular da Casa de Saúde São José.

Reconhecendo a relevância da Aprendizagem, Luzia comentou: "Todos ganham com a inserção do jovem no mercado de trabalho. A partir disso a empresa promove transformação social na vida dos envolvidos e a empresa ganha oxigenação. Os gestores também ganham, exercitando a responsabilidade de educar profissionalmente um aprendiz."

Uma das jovens efetivadas, Rita de Cássia Braga, contou um pouco da sua experiência. "Ser jovem aprendiz foi uma experiência ímpar! Desde o início eu sabia que seria uma grande oportunidade poder atuar em um hospital de referência e ainda estar próxima da minha área de atuação, já que curso a graduação de Enfermagem. A empresa foi essencial para o meu desenvolvimento e crescimento, assim como a equipe que eu pertencia, que sempre me auxiliou e orientou para que eu fizesse um bom trabalho. Já o Espro me deu todo embasamento de conteúdo teórico que eu precisava para que a minha atividade prática tivesse excelência. Só tenho a agradecer ao Espro e a Casa de Saúde São José.", concluiu Rita. 

Compartilhe:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments