Participe do webinar “A Convergência do Presentismo e do Futurismo” em 10/dez! INSCRIÇÕES GRATUITAS
Jovens Espro compartilham opiniões sobre semana Outubro Rosa

Jovens Espro compartilham opiniões sobre semana Outubro Rosa

Apesar do câncer de mama ser um tumor mais recorrente em mulheres acima dos 50 anos, também atinge jovens mulheres. No Brasil, em mulheres com menos de 35 anos, a incidência hoje está entre 4% e 5% dos casos. E, para alertar adolescentes e jovens, sobre as formas de prevenção e a importância do diagnóstico precoce, o realizamos aos participantes de nossos programas, entre os dias 19 e 23 de outubro, a semana de lives “Outubro Rosa: Sinta-se Bem” com a participação especial de Renata Mendonça que contou sobre sua trajetória na luta contra o câncer de mama.

Renata foi diagnosticada com câncer em novembro de 2012 e desde 2014 está curada da doença. Foi neste período que percebeu as dificuldades enfrentadas pelos pacientes em tratamento e decidiu criar o projeto "Amor que Cura", que tem por objetivo acompanhar adultos e crianças em tratamento de câncer, fornecendo café da manhã nos hospitais, cestas básicas, suplementos alimentares, remédios, roupas, produtos de higiene pessoal e limpeza, apoio psicológico e jurídico. O projeto atende pacientes de todo estado em vários hospitais e casas de apoio em Belo Horizonte.

A semana de lives contou com mais de 8 mil visualizações, despertando o interesse não só dos adolescentes e jovens, mas também de seus familiares. Após as apresentações, recebemos diversos depoimentos de aprendizes que assistiram às apresentações. Confira os depoimentos a seguir.

 

ALEXSANDRA FELIX LOURENÇO DOS SANTOS 

O vídeo “Outubro Rosa Sinta-se Bem” foi muito importante pois é um assunto muito delicado para todos. Infelizmente muitas mulheres passam por essa situação, que é ter o câncer de mama, e como mencionado no vídeo essa doença acaba com a autoestima da mulher. Muitas mulheres perdem a vontade de lutar contra o câncer e acabam cedendo, pois infelizmente o câncer, além de fazer a pessoa perder os cabelos, deixa a pessoa fraca, cansada e tudo isso meche com o psicológico. Achei a história da Renata muito linda, ela foi e está sendo uma inspiração para todos, principalmente para as mulheres que estão passando pela mesma situação que ela passou. A história dela foi de superação e uma coisa que me tocou muito foi que, em todo momento, ela se demonstrou forte e pronta para ajudar o próximo. Passando por tudo que ela estava passando, não é fácil ter motivação para ajudar ninguém e o mais incrível foi que ela teve essa motivação. Estava sempre sorrindo e contagiando a todos com sua alegria e bondade. Renata vai sempre ser uma inspiração e motivação para todos aqueles que a conheceram. Acredito que esse projeto tocou no coração de todos e foi com um tema muito importante para nós! Nos fez pensar mais em nós mesmo com muito carinho e não desistirmos de nada. Por mais que a situação seja difícil, a esperança e a fé é que mudam tudo e nos faz ter certeza de um amanhã melhor.

 

LEONARDO DE OLIVEIRA SEVERINO

Na minha opinião, é de extrema importância discutirmos temas tão complexos, desmistificando as visões errôneas e compartilhando informações claras e verdadeiras. Parabéns!

 

BEATRIZ OLAVO DOS SANTOS

Que lição de vida essa história linda! A Renata me mostrou uma segurança através desse vídeo, o modo que ela fala tudo que ela passou foi entendido. Parece brincadeira, mas eu já tive suspeita por te seios grandes. Minha mãe sentia algo, eu estava tendo muita dor, já passei em médico durante um ano e meio para descobrir o que tinha. O primeiro médico me disse que sim, mas no final tudo certo, não era nada, apenas peito de pele. Todas mulheres sempre têm que saber o que está se passando para poder ser cuidar. Fiquei super com a história da Renata, uma história de superação mesmo, por tudo que passou durante o processo. O abandono que sofreu do esposo que poderia estar ao lado dela. Fiquei feliz em saber que ela não abaixou a cabeça para chorar, apenas seguiu em frente para fica bem e se cuidar. Graças a Deus está curada!

 

EMILLY VELOSO FLAVIANO

O projeto "Amor que Cura" conta a história de Renata, que foi diagnosticada com Câncer de Mama e, segundo o médico, tinha apenas 6 meses de vida. Porém, a mesma não encarou desta forma e lutou para que não fosse levada por essa doença. O que sinceramente não é nada fácil, visto a situação de precisar lutar pela sua vida e ainda teve empatia com os outros pacientes com câncer. Renata os ajudou de todas as formas possíveis, visto que a maioria tinha dificuldades financeiras, com alimentos e, o mais importante de tudo, os deu esperança de lutar pela vida. Se tivesse uma pessoa com esta atitude em cada setor de quimioterapia, muitas pessoas teriam suas vidas mudadas e mais vontade de viver. Um projeto maravilhoso!

 

NIVIA SOUZA SANTANA

Eu acredito que seja fundamental ser discutida e divulgada a campanha Outubro Rosa. Na minha família, uma tia teve câncer de mama, mora no Pará e veio a São Paulo para se tratar pelo SUS, e hoje está muito bem. O exame e o autoexame são fundamentais, o apoio da família é fundamental, pois nesse momento a pessoa fica muito frágil e muitas mulheres têm que fazer quimioterapia, perdem o cabelo e até a autoestima. Muitas pessoas não sabem, mas os homens também podem ter câncer de mama, só que é mais raro de acontecer.

 

PALOMA SOUSA

É importante falar sobre esse assunto de superação do câncer. Renata se tornou mais forte e pode ajudar as outras pessoas, que não tiveram apoio e que foram abandonadas pelo marido ou, até mesmo, pela família. É importante falar sobre isso, ajudar o próximo, cuidar muito bem da saúde, e qualquer sinal pode ser um alerta. Me emocionei bastante e me fez repensar na minha vida.

 

NICOLE CANTAGALLO

A live traz uma reflexão muito importante, sobre a importância de se cuidar e de ajudar o próximo. É um aprendizado tanto para quem vive quanto para quem recebe ajuda, e que em um momento difícil as pessoas encontram apoio. Também trouxe algumas problemáticas da sociedade, como a falta de recursos quando se tem câncer, abandono do parceiro por conta da doença etc. O projeto com certeza ajuda dezenas de vidas, espalha amor de verdade e de fato contribui na cura. É importante ter apoio, ter amizades, saber que alguém olha por ti contribui na saúde mental refletindo na saúde física.

 

FILIPE FERREIRA DA SILVA

Achei a live muito bacana e super importante para a conscientização sobre a prevenção do câncer de mama. Tudo o que a Renata falou, gostei. Mas um dos pontos que me chamaram mais a atenção é quando ela fala sobre a importância de ter uma alimentação saudável, praticar atividades físicas e ter uma boa noite de sono. A humanidade ainda não sabe exatamente porque o câncer surge, mas eu acredito que esses três pilares são fundamentais para cuidarmos do nosso corpo e evitarmos uma série de doenças!

 

NILTON JUNIOR

Gostei bastante desta live, tratando de um assunto sério. Muitos relatos de superação, de apoio e incentivo. Acredito que todas as mulheres são capazes de superar essa situação tão difícil. A live retrata bem e aprofunda o assunto, deixando interessante e até emocionando com os relatos. Excelente contribuição!!

 

SOFIA SOUZA

Adorei assistir a live. Gostei muito do projeto e das dicas. O quão importante é para nós, se importar com a nossa saúde e também ter empatia por quem está na mesma situação que você. Adoro o trabalho voluntário e acho importantes as pessoas que se dedicam a isso. É realmente muito gratificante, e nos deixa sempre com mais esperança para um mundo melhor!

 

LEANDRO REIS

A moça que foi convidada a participar da live teve uma atitude muito linda de se ver. Mostrou a verdadeira empatia com o ser humano! Ela sim entende o quanto as pessoas que passam por esse tratamento, acabam sofrendo. Ela mesmo diz ter sofrido com o tratamento, mas sempre de cabeça erguida, sempre seguindo sua fé e ajudando o próximo ao máximo! Ela tem razão... O jovem precisa vivenciar essa experiência de trabalhar a empatia, ajudar alguém, fazendo um trabalho voluntário, sentir o calor humano, nós precisamos disso! Isso mostra o nosso melhor lado, o lado bom da vida, que é, viver!

 

CLARISSA CARDOSO BEZERRA

O assunto da live é de extrema importância para nós mulheres, que somos mais suscetíveis à doença. Ela nos faz ter outro olhar sobre o câncer de mama (antes e depois da doença), e também nos deixa mais atentas aos sinais do nosso corpo. Sem contar a história da Renata, tal que nos deixa sem palavras. Uma mulher forte e batalhadora, que mesmo estando doente se colocou à disposição de ajudar outros pacientes... Uma linda história de superação, que nos dá esperança de que se, infelizmente, formos atingidas pelo câncer de mama, tenhamos força e não nos deixemos abalar. Tudo ficará bem.

 

GIOVANNA NOCELLI

Achei a Renata uma mulher muito guerreira e incrível. A forma como ela lidou com a situação, em como ela pensou no próximo, mesmo em um momento tão difícil, levando alegria e alimento para os mais carentes, que às vezes levavam horas para realizar o tratamento. Fiquei impressionada em como ela não deixou se abalar. Proporcionou uma orquestra da PM com música do Roberto Carlos e realizou, sem saber, o sonho de uma senhora que, após aquele momento, faleceu. Foi muito impactante! Achei uma história muito bonita, essa é uma trajetória de orgulho; ela venceu e ajudou outras pessoas a olharem o mundo de uma forma mais colorida! Ela tem um projeto incrível e acho importante a gente falar do Outubro Rosa, porque ainda hoje tem muitas mulheres que não vão ao médico fazer o exame preventivo, às vezes por vergonha ou medo, e abordar esse assunto e trazer histórias como a da Renata incentivam cada vez mais as mulheres para a prevenção! Gratidão por ter conhecido essa história!

 

VIRGÍNIA DELGADO

Eu gostei muito da live, já perdi muitas pessoas para o câncer na minha família e recentemente descobri 2 nódulos no meu seio, que estavam me preocupando muito. Fiz a biópsia e o resultado só sairá em novembro, mas a live me deixou mais esperançosa de que não seja nada e me tranquilizou, se for eu irei lutar e passar por essa fase da minha vida. Agradeço de coração ao Espro e às psicólogas por sempre me trazerem luz mesmo sem saber! Amei a Live!!

 

CELINE ROSA

Primeiramente queria dizer que achei o vídeo inspirador, pois mesmo com todos os problemas a Renata se manteve forte e não abaixou a cabeça, nem se entregou à situação. É tocante, principalmente para mim que, infelizmente, tenho parentes que tiveram câncer e minha sogra está tratamento do câncer de mama há um ano mais ou menos. Sei bem como é difícil, mas assim como a Renata, ela não se deixou abalar e tenta demonstrar força até nos piores dias. Ter empatia e saber respeitar os momentos e situações que vem decorrentes do tratamento é muito importante, pois além da doença, há toda a questão estética que também é afetada prejudicando a autoestima e dificultando a lidar com a doença. Acredito que todas as mulheres deveriam ver lives como essa, que mostram que nem tudo está perdido e que podemos vencer essas batalhas com o apoio das pessoas que amamos! Por fim só queria dizer que fico feliz pela Renata que venceu essa doença e hoje está curada! Espero que todas as mulheres se cuidem e que as que estão passando por essa batalha que não desistam e sejam fortes!!

 

RODRIGO MORAIS

É muito importante nos atentarmos a respeito do câncer de mama, mesmo não sendo mulher e sim homens. Eu pude entender um pouco mais do assunto, para poder ajudar comunicando mulheres próximas a mim!!

 

ISABELLE MOTA

Achei essa live interessante e esse projeto traz um grande apoio as pessoas com essas condições. Seria até interessante, outras pessoas ou até ONGs criarem outros projetos com base nesse, ajudaria muito! Por que já ouvi de outras pessoas, além do que ouvi na live, que realmente há pessoas que ficam extremamente fracas e cansadas e algumas nem comem e nem sempre é só por condição financeira, mas sim por questão psicológica. Para isso servem esses projetos, para que as pessoas sejam ouvidas e percebam que não estão sozinhas!

 

SUELLEN SIQUEIRA

Esse vídeo é de grande ajuda para todas as mulheres que já passaram por esse problema. Devemos nos cuidar e cuidar daquelas que estão à nossa volta. É um processo muito doloroso que exige todas muita força, coragem e apoio para passar por esse processo. Estar sempre atentos e fazer os exames é necessário para a nossa saúde e bem-estar. Projetos como esse devem ser levados a sério e ser de conhecimento de todos, para a cada vez mais podermos ajudar todas as mulheres que passam por isso!

 

KAROLAINE DOS SANTOS SOUZA COSTA.

A live disponibilizada pelo Espro mostrou o quanto a força de vontade de viver nos permite quebrar barreiras. Mostra a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama, além da luta por direitos, como atendimento médico e o suporte emocional, garantindo um tratamento de qualidade. Além disso, relata as dificuldades que os pacientes passam, tanto para conseguir um tratamento adequado, quanto para manter a rotina diária no trabalho, pois, muitos perdem seus empregos por conta do tratamento, que requer muito esforço físico e psicológico dos pacientes. Essa Live, me motivou a praticar exercícios físicos com mais frequência, a manter a alimentação saudável e buscar com frequência o exame de prevenção. Além de incentivar as campanhas de arrecadações para pacientes, que não conseguem trabalhar, motivando o conforto e a tranquilidade deles durante o processo de recuperação no tratamento.

 

HELENA NEGRÃO

Vemos neste vídeo o quão importante é se cuidar! Cuidar da sua saúde, do seu corpo e principalmente da sua alimentação!!! Tenho uma tia que está com câncer de mama e realmente é muito difícil todo o tratamento... É necessário ter força no trajeto todo e não desistir de lutar!

 

AGATHA FERREIRA SOUZA 

Eu acho essas palestras de extrema importância, ajuda a gente a abrir olhares para o que acontece fora da nossa “bolha”. Pessoas ficam doentes, precisam se cuidar e isso acontece o tempo todo, mas nós nem percebemos. O câncer de mama atinge tantas mulheres e infelizmente as pessoas só lembram mesmo em outubro ou quando acontece com elas. A história da Renata é incrível, ouvir como ela lidou com a doença e como ela estava empolgada em fazer parte do projeto foi inspirador. Ver como ela superou a doença e está bem agora também da um ânimo para viver, ver que tem esperança e que nós não podemos desistir até o final, sempre necessário continuar. O diagnóstico de estágio avançado não impediu ela de ir à luta e vencer o câncer, temos que ser assim sempre, claro, não é fácil, ela teve muita força e foi guerreira até o fim. Foi incrível!

 

ARIANE MORAES

Para mim, quando falamos de câncer é muito difícil. Faz três anos que perdi uma tia-avó para o câncer, faz 3 meses que perdi meu avô e um ano que a minha tia foi constatada com um nódulo na mama, cancerígeno – foi realizado todo o tratamento, não consta mais nada, agradeço muito ao hospital que prestou todo o atendimento para a minha tia, com muita eficiência. Quando assisti a gravação do Pink Day comecei a lembrar de todos essas situações que passei, achei a iniciativa linda, de criar um projeto para ajudar a todos aqueles que precisam. Renata não tinha muito, mas fez um esforço para ajudar pessoas que se encontravam na mesma situação dela. Ela procurou levar um pouco de esperança, fé e alegria para as pessoas que estavam ali, lutando contra o câncer. Sua atitude foi linda, porque sei o quão foi importante ver as pessoas com sorriso no rosto. Ela ganhou uma grande admiradora, ela é uma guerreira, uma mulher de garra, luz, que leva a fé e alegria para ao próximo. Agradeço a oportunidade de ter ouvido essa história e conhecer o projeto!

 

KEVELYN FERREIRA DA SILVA 

Adorei a live! Achei muito interessante toda a história da Renata, uma pessoa muito guerreira. Gostei bastante dessa iniciativa dela de ajudar outros pacientes nos hospitais, com cestas básicas para os que estão sozinhos nos hospitais. Me identifiquei muito com a história dela, porque eu já tive um caso na minha família. Minha tia teve câncer e eu estive presente no processo de tratamento pós-cirurgia, fiquei cuidando dela por um tempo. Isso mexeu bastante comigo, de lembrar esse momento tão difícil, mas a todo momento ela também foi guerreira assim como a Renata da live!

 

GABRIELA DE OLIVEIRA SANTOS

Eu gostei muito da live. Foi muito bom ouvir sobre a experiência de quem passou por esse momento difícil, de forma surpreendente. Renata foi forte e não guardou essa força só pra ela, mas compartilhou com aqueles que já não tinham mais tanta força pra lutar contra a doença. Ela mudou completamente a sua vida, evoluiu de uma forma inacreditável, eu não sei se eu teria a mesma atitude em um momento tão delicado. Ela não se lamentou, levantou a cabeça e ainda levou alegria e esperança para aqueles que não acreditavam que é possível vencer essa fase. Achei muito interessante também o projeto “O Amor Cura”, porque realmente cura. O cuidado que ela teve, a preocupação em levar lenços para as pessoas, com toda a certeza impactou a vida de muitos, ajudando a todos. É um vídeo que nos leva a pensar em como estamos aproveitando a vida, se estamos estagnados em um mesmo lugar, sem esperança ou se estamos sendo a esperança para aqueles que necessitam de ajuda.

Compartilhe:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments