Espro lança projeto de Formação para o Mundo do Trabalho focado em tecnologia e robótica

Espro lança projeto de Formação para o Mundo do Trabalho focado em tecnologia e robótica

O Espro (Ensino Social Profissionalizante) está com vagas abertas para as primeiras turmas do Projeto Juventude Conectada no Movimento 4.0. Trata-se de um curso de capacitação gratuita para o mundo do trabalho, com foco em tecnologia e robótica, para adolescentes e jovens de 14 a 22 anos em situação de vulnerabilidade social conquistarem oportunidades de emprego no setor tecnológico.

Ao todo, serão 100 vagas na cidade de São Paulo e 20 vagas em Curitiba. Na capital paulista, o projeto terá duas etapas: a primeira entre agosto e outubro e a segunda, de outubro a dezembro. Cada etapa terá 38 encontros, de 4 horas de duração, de segunda à sexta, totalizando 152 horas de conteúdo com o objetivo de desenvolver competências técnicas e comportamentais, como letramento digital, ferramentas de trabalho, gestão do tempo, comunicação e postura profissional. Além disso, haverá uma imersão na área de tecnologia, com aulas de robótica em laboratório, contando com uso de elementos do Arduino, uma plataforma de prototipagem open source. Assim, os jovens conseguirão aplicar de forma prática os conteúdos trabalhados ao longo de toda a formação.

De acordo com o relatório O Futuro do Trabalho 2020, do Fórum Econômico Mundial, o tempo gasto em tarefas no trabalho por humanos e máquinas, em 2025, será igual. Por isso, precisamos capacitar os jovens para saber lidar com as tecnologias emergentes e educá-los a procurar o aprimoramento profissional constante, base do conceito lifelong learning”, afirma Alessandro Saade, superintendente executivo do Espro.

Cronograma

As aulas iniciam no dia 15 de agosto e vão até o dia 7 de outubro. Serão três turmas, sendo uma de 20 estudantes em Curitiba e duas turmas de 25 alunos cada em São Paulo – uma no período da manhã e outra à tarde. 

Para fortalecer os processos de Diversidade e Inclusão, a turma em Curitiba tem vagas afirmativas exclusivas para jovens da comunidade LGBTQIAP+. O Grupo Dignidade, ONG que dá apoio a este público, encaminhará ao ESPRO os jovens interessados e o setor de assistência social da entidade fará a seleção.

Compartilhe:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments