Espro - Ensino Social Profissionalizante

Educa, Transforma, Inclui.

São Paulo (Matriz) Tel. 11 2504-1174

  • São Paulo (Matriz) Tel. 11 2504-1174
  • Rio de Janeiro Tel. 21 3513-6400
  • Belo Horizonte Tel. 31 3506-1900
  • Brasília Tel. 61 3226-1512
  • Curitiba Tel. 41 2107-0500
  • Recife Tel. 81 3424-8166
  • Salvador Tel. 71 3027-5023
  • Campinas Tel. 19 3722-0004
  • Porto Alegre Tel. 51 3085-5707
Início do conteúdo

Vai participar do RYLA? Siga as dicas para elaborar o projeto

O RYLA - Rotary Youth Leadership Awards - é um Prêmio de Liderança Juvenil promovido pelo Rotary Club que busca desenvolver nos jovens a capacidade de liderança e cidadania, bem como promover o crescimento pessoal. A edição 2017 já está ocorrendo para os jovens participantes do programa Jovem Aprendiz do Espro que, por meio da elaboração de um projeto social, demonstrem a capacidade de liderança e compromisso com a prestação de serviços comunitários. Jovens de todas as unidades do país podem participar.

Se você já se inscreveu e está participando do projeto, chegou a hora de elaborar o seu projeto. O Espro separou algumas dicas, é só seguir.

Projetos Sociais

Caso você se identifique com o propósito de elaboração de projetos sociais, confira a referência abaixo de como elaborar um projeto de maior proporção: 
 
Todo Projeto Social nasce de um desejo de mudar uma situação recorrente ou uma realidade de injustiça ou vulnerabilidade. Os projetos são o ponto entre o desejo e a ação concreta. 
 
"Projetos sociais são iniciativas de grupos, instituições ou setores governamentais que estejam relacionados a uma ampla possibilidade de ações e objetivos. Devem ter em comum o direcionamento de esforços e o planejamento a partir de diretrizes e metodologias voltadas para a ação."
(STEPHANOU, 2003, p.11)
 
Desta forma, os projetos sociais são espaços de negociações entre os desejos de mudanças e as possibilidades concretas de mudanças da realidade, eles não são realizações isoladas, ou seja, ninguém consegue nada sozinho, é imprescindível a pesquisa de campo (realidade encontrada), a negociação, flexibilidade de transformação e busca de parcerias. 

Qualquer pessoa ou organização pode ser um preponente de um Projeto Social, o importante é que ação proposta tenha finalidades públicas, que seja voltada para a melhoria da qualidade de vida e ao acesso a direitos sociais. 
Existe um item fundamental na proposta de um Projeto de Transformação Social, o seu preponente precisa acreditar na causa, a ação proposta precisa “borbulhar em seu peito”. 
 
Um projeto social se dá em três fases: 
Uma vez que você entendeu o que é um Projeto Social, vamos trabalhar na redação dele. Para escrevê-lo, você deve responder a sete perguntas fundamentais:

QUEM: identifica o proponente do projeto, ou seja, quem será o responsável pela ação.
O QUÊ: consiste em definir o que se irá fazer, definindo as ações e os objetivos de cada uma delas.
POR QUÊ: diz qual é a justificativa para realizar a ação, ou seja, porque aquilo é necessário.
COMO: é a metodologia, como será feita, neste momento é importante ler e ver o projeto acontecendo, com suas estratégias e cronogramas.
QUANDO: Por quanto tempo esta ação irá acontecer lembrando que todo projeto tem começo,meio e fim.
ONDE: em que local, região acontecerá. É preciso delimitar o espaço para que a ação ocorra.
QUANTO: qual será o custo de realização, quais os recursos serão necessários para a execução.
Respondendo a estas perguntas, você terá seu projeto social escrito.
 
 
Para a apresentação de uma proposta você deve utilizar alguns itens: 
 
CAPA: É muito importante, porque é o que fará as pessoas olharem para o seu Projeto:
•Título do Projeto
•Subtítulo
•Nome do proponente
•Turma
•Instrutor
•Filial
•Data
 
 
IDENTIFICAÇÃO: é preciso demonstrar quem são as pessoas envolvidas no desenvolvimento do projeto:
•Nome dos envolvidos
•Qualificação
•Pequeno histórico
 
 
JUSTIFICATIVA: Qual o contexto histórico em que o seu projeto está envolvido.
•Nome dos envolvidos
•Por que o projeto foi desenvolvido?
•Qual o público alvo do Projeto?
•Quais os objetivos específicos e objetivo geral do projeto?
•Por que este projeto foi apoiado?
•Quais os benefícios que trouxe à população atendida?
 
 
QUADRO DE METAS: é importante para o acompanhamento de toda o projeto. Confira o exemplo:
 
Bibliografia: STEPHANOU, Luis; Lúcia Helena Müller; Isabel Cristina de Moura Carvalho. Guiapara Elaboração de projetos sociais. São Leopoldo, Porto Alegre: Fundação Luterana de Diaconia, 2003.96p.
 
Quer outras informações, acesse: https://ryla.espro.org.br/
 
Fim do conteúdo (Clique neste link para voltar ao início do conteúdo) Voltar ao topo da página (Menu principal)