Espro - Ensino Social Profissionalizante

Educa, Transforma, Inclui.

São Paulo (Matriz) Tel. 11 2504-1174

  • São Paulo (Matriz) Tel. 11 2504-1174
  • Rio de Janeiro Tel. 21 3513-6400
  • Belo Horizonte Tel. 31 3506-1900
  • Brasília Tel. 61 3226-1512
  • Curitiba Tel. 41 2107-0500
  • Recife Tel. 81 3424-8166
  • Salvador Tel. 71 3027-5023
  • Campinas Tel. 19 3722-0004
  • Porto Alegre Tel. 51 3085-5707
Início do conteúdo

29/Jan - Duas histórias de transformação, jovens do Rio de Janeiro e Brasília. Conheça Genilza e Jerry

Conheça Genilza
Nascida no Rio de Janeiro e criada por famílias adotivas, a Aprendiz Genilza Carvalho tem uma consciência sobre os seus atos que surpreende. Sua busca é por oportunidades de aprendizados.

{youtube}luzSli0NHLY{/youtube}

Conheça Jerry
No cerrado goiano, tem uma família que acredita no Espro. Hoje a história é do jovem Jerry Filho, que em meio as atividades the roça, buscou o Espro para se desenvolver profissionalmente.

{youtube}uaso9hYDzQw{/youtube}

Acompanhe pelo nosso canal no You tube Espro Oficial.

24/Jan - Jovens do Espro participam da Campus Party

2500 jovens do Programa de Aprendizagem e da Formação Profissional para o mundo do trabalho visitarão na próxima semana, a Expo Campus Party, e participarão do curso “Ferramentas de informática e internet: redes sociais e conteúdos”. A edição brasileira da Campus Party chega ao Pavilhão de Exposições do Anhembi em São Paulo nesta segunda-feira, dia 28 de janeiro e fica até o dia 3 de fevereiro. 

Os jovens do Espro – Ensino Social Profissionalizante estarão em um evento especial, na Zona Expo, que é um projeto de Inclusão Social com o objetivo de inserir jovens, adultos e idosos no mundo da informática, dando a eles as ferramentas necessárias para utilizarem computadores e a Internet a seu favor. “É importante que os nossos jovens participem deste evento, para que tenham contato com as novas tecnologias da informação e comunicação, possam interagir com outros jovens e conhecer novas empresas”, conta Marcos Machado, gerente da Educação Profissional do Espro.

Ferramentas de informática e internet: redes sociais e conteúdos

Com uma hora de duração, o curso abrange conteúdos atuais e leva o jovem a desvendar todos os desdobramentos do universo online. Depois, complementam os conhecimentos adquiridos conhecendo os estandes e as últimas novidades tecnológicas oferecidas pelos patrocinadores e apoiadores da Campus Party Brasil.

A Campus Party é o maior acontecimento de tecnologia do mundo, passam por lá milhares de visitantes, que podem desfrutar de uma semana com muitas atividades. Outro objetivo do evento é a formação de novos empresários de tecnologia, por isso estão em pauta palestras sobre empreendedorismo, concurso para desenvolvimento de aplicativos e também a apresentação de planos de negócios.

O público

Criada há 16 anos na Espanha, ela atrai anualmente geeks, nerds, empreendedores, gamers, cientistas e muitos outros criativos que se reúnem para acompanhar centenas de atividades sobre Inovação, Ciência, Cultura e Entretenimento Digital. 

Geeks - é uma expressão da língua inglesa, que define pessoas peculiares ou obcecadas com tecnologia, eletrônica, jogos eletrônicos ou de tabuleiro e outros.

Nerd - pessoa que exerce intensas atividades intelectuais, que são consideradas inadequadas para a sua idade, em relação a outras mais populares.

Gamers - geralmente se referia a alguém que jogava role-playing games, ou jogos de miniatura. Entretanto, mais recentemente o termo tem crescido e incluído os jogadores de videogame. 

Serviço:

De 28 de janeiro a 03 de fevereiro de 2013

Anhembi Parque, São Paulo, SP.
Av. Olavo Fontoura, 1.209

Saiba mais no site da Campus Party

22/Jan - ProUni tem mais de 1 milhão de inscritos

Brasília – O Programa Universidade para Todos (ProUni) registrou 1,019 milhão de estudantes inscritos até as 23h de ontem. As inscrições foram encerradas às 23h59 e o balanço com o número total de inscritos será apresentado na tarde de hoje (22) pelo Ministério da Educação.

A primeira lista com o nome dos candidatos selecionados será divulgada nesta quinta-feira (24) e a segunda no dia 8 de fevereiro. Quem não for pré-selecionado em nenhuma das etapas poderá entrar na lista de espera nos dias 24 e 25 de fevereiro.

O ProUni concede bolsa de estudo integral e parcial em cursos de graduação e sequenciais de formação específica, em instituições privadas de educação superior. Neste primeiro semestre, são oferecidas 162.329 bolsas, sendo 108.686 integrais e 53.643 parciais (cobertura de 50% da mensalidade).

Para concorrer à bolsa integral, o candidato deve comprovar renda familiar por pessoa até um salário mínimo e meio (R$ 1.017). Para as bolsas parciais, a renda familiar deve ser até três salários mínimos (R$ 2.034) por pessoa.

O estudante que conseguir a bolsa parcial (50% da mensalidade) pode custear a outra parte por meio do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) sem a necessidade de apresentar fiador. Para isso, é preciso que a instituição onde o aluno pretende se matricular tenha firmado termo de adesão ao Fies e ao Fundo de Garantia de Operações de Crédito Educativo.

Fonte: Agência Brasil 

23/Jan - Desemprego entre jovens pode significar falta de mão de obra no futuro, avalia especialista

Brasília – O aumento da criminalidade nas cidades, a migração de áreas rurais para urbanas e a escassez de mão de obra no futuro podem ser algumas consequências da incidência do desemprego sobre os jovens, avalia o diretor adjunto de Estudos e Políticas Sociais do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), Carlos Henrique Leite Corseuil.

De acordo com dados da Organização Internacional do Trabalho (OIT), 12,6% das pessoas entre 15 e 24 anos no mundo estavam sem emprego em 2012, o que corresponde a cerca de 74 milhões de pessoas.

“Estudos mostram que no Brasil, e também em outros lugares do mundo, um cenário mais apertado no mercado de trabalho urbano pode desmotivar a busca dos jovens por um emprego e fazer com que tentem a vida de outras formas. Na maioria dos casos, em atividades ilegais”, disse Corseuil à Agência Brasil.

Segundo ele, o Brasil não atingiu patamar preocupante de desocupação entre a população jovem. Ao contrário, o mercado no Brasil está aquecido, em termos gerais. A taxa de desemprego para os jovens na América Latina e no Caribe, região na qual se insere o Brasil, ficou em 13,5% - um pouco acima da média mundial (12,6%), mas abaixo dos países desenvolvidos (17,9%), como Estados Unidos e Japão; do Oriente Médio (28,1%); do Norte da África (23,8%) e da Europa Central (17,1%), de acordo com a OIT.

No caso dos jovens em áreas rurais, a escassez de trabalho pode levar à migração para as cidades, em busca de melhores oportunidades. De acordo com Corseuil, a maioria das pessoas no campo ignora quando a situação nas cidades também não está favorável, o que acaba estimulando o êxodo e o inchaço das cidades – com a ampliação das favelas, da pressão sobre a infraestrutura em geral e da precarização dos serviços básicos. Nas cidades, essa população jovem que veio do campo se torna urbana e passar a encontrar os mesmos problemas.

O impacto do desemprego para as novas gerações ainda pode trazer problemas para o futuro, como a escassez de mão de obra qualificada. “Quando se passa por momentos de crise, como o atual, não significa que não se vai precisar de profissionais mais para a frente. Então, esse jovem que poderia estar trabalhando, adquirindo experiência e se qualificando vai perder essa fase”, disse o diretor do Ipea.

Há diversos tipos de iniciativas experimentais para tentar solucionar a questão do desemprego entre a juventude, segundo Corseuil, como a criação de instrumentos que auxiliem essas pessoas na procura por emprego, citando como exemplo, o portal Mais Emprego, do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) brasileiro. Em alguns países europeus, informou Corseuil, há iniciativas que vão além, como instituições que entram em contato com o jovem, analisam seu perfil e tentam combiná-lo com as demandas das empresas, o que aumenta as chances de colocação no mercado.

Outras iniciativas - como programas de treinamento direcionado, formação específica e subsídio para contratação - têm resultados diferentes, segundo o diretor do Ipea. De acordo com ele, os resultados funcionam de acordo com os contextos específicos e podem trazer benefícios mais ou menos expressivos, dependendo da situação.

“O desemprego entre jovens é muito mais sensível aos ciclos econômicos que o de adultos. Como passamos por um período de crise, é natural que haja aumento. Pode ser que ainda demore um tempo para que os jovens passem a se beneficiar da recuperação”, explicou.

Fonte: Agência Brasil 

21/Jan - Espro participa de encontro com a nova secretária Municipal de Assistência Social

aprendiz, Espro, primeiro emprego

Na última quinta-feira, dia 17 de janeiro, o superintendente executivo do Espro – Ensino Social Profissionalizante, Marinus van der Molen participou de uma reunião, em São Paulo, com a nova secretária da Secretaria Municipal da Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS).

Dra. Luciana Temer. O Espro colocou-se à disposição para participar das ações promovidas pela secretaria, entre outros com relação à capacitação de organizações pequenas do terceiro setor e contribuições para a disseminação de programas sociais atrelados a Aprendizagem em São Paulo.

Durante a reunião, a secretária conheceu a forte atuação do Espro no Município e no País e a  participação dos seus profissionais no COMAS – Conselho Municipal de Assistência Social. “Apresentamos o Espro como uma instituição de mais de 30 anos atuando com jovens, suas famílias e comunidades, que cresceu e se profissionalizou dia após dia, e, por isso, pode contribuir bastante para a melhoria na capacitação do terceiro setor, um dos objetivos da atual secretaria”, revela Marinus.

Participaram também do encontro, o ex-presidente do COMAS Marcelo Monello, o atual presidente do COMAS Thiago Szolnoky, o representante da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) e secretário do FEBAS (Fórum das Entidades Beneficentes e de Assistência Social) Cláudio Ramos e o conselheiro do COMAS Camp Caxingui, Gil Xandô. Cada um se colocou, junto com as instituições que representem à disposição d a Secretária.

Fim do conteúdo (Clique neste link para voltar ao início do conteúdo) Voltar ao topo da página (Menu principal)