Espro - Ensino Social Profissionalizante

Educa, Transforma, Inclui.

São Paulo (Matriz) Tel. 11 2504-1174

  • São Paulo (Matriz) Tel. 11 2504-1174
  • Rio de Janeiro Tel. 21 3513-6400
  • Belo Horizonte Tel. 31 3506-1900
  • Brasília Tel. 61 3226-1512
  • Curitiba Tel. 41 2107-0500
  • Recife Tel. 81 3424-8166
  • Salvador Tel. 71 3027-5023
  • Campinas Tel. 19 3722-0004
  • Porto Alegre Tel. 51 3085-5707
Início do conteúdo

Espro Brasília cria projeto que ensina a fazer uma boa redação no Enem

4 de novembro de 2016

O Espro Brasília criou um projeto focado na dissertação argumentativa e nas técnicas básicas de produção textual para garantir aos estudantes um melhor desempenho na redação do Enem - Exame Nacional de Ensino Médio. Chamado de ‘Jovem Escritor’, a ação é voltada para os Jovens Aprendizes da instituição.

O projeto foi desenvolvido pela instrutora Elen Gama a partir da necessidade apresentada pelos jovens durante as Atividades Teóricas que o Programa Jovem Aprendiz oferece e devido a redação ser um dos principais desafios do Exame, podendo alavancar a nota dos estudantes quando bem desenvolvida.

Elen utiliza como metodologia do projeto a abordagem coletiva leitura dinâmica, brainstorming, mostra de redações que tiveram a nota máxima e produção e estruturação de textos. Também são discutidos assuntos relevantes, temas sociais e atualidades. Essa  construção de ideias se dá com a leitura e interpretação de textos de apoio, leitura de jornais e de sites de notícias. “As reflexões sobre  temas sociais, por exemplo, afetam a vida em sociedade e impactam diretamente no conflito de interesses individuais e coletivos. É importante frisar que deve-se levar em conta não apenas a própria  opinião, mas também o respeito às leis; fazendo-os repensarem seus valores e conhecimentos adquiridos e como irão portar-se perante a comunidade daqui para frente. Assim, os jovens devem estar antenados nos fatos políticos e sociais para ter desenvolvido um repertório mínimo para a elaboração de um bom texto”, afirma. 

Durante o projeto, que teve início em setembro, os jovens já desenvolveram duas redações e mostraram uma melhoria significativa em relação à argumentação, estrutura e diminuição de erros gramaticais. 

A Aprendiz Luísa Antunes considerou o conteúdo apresentado muito rico e garantiu que ele será bem utilizado na sua redação. “Aprendemos dicas valiosas, sobretudo para a redação do ENEM, como o uso de conectores, pontuação, a utilização estratégica da escrita, o mapa mental e o início de redações com tópico frasal”, disse. 

Os pontos analisados durante o projeto são: o registro da norma culta avaliando questões como ortografia e acentuação; apresentação de raciocínio, defesa de um ponto de vista coerente; uso correto da gramática e língua portuguesa possibilitando coesão entre orações, frases e parágrafos; e por último, se o candidato apresentou uma proposta de solução do problema especificando o dever e papel de cada cidadão de acordo com o tema sugerido. 

Os segredos da dança no mundo corporativo

Num primeiro momento, pode soar estranho, mas é possível agregar benefícios da dança à realidade corporativa. Essa teoria foi comprovada pelo instrutor Julio Pascoal, do Espro Recife Recife, que criou o projeto Dança em Gestão, e tem como objetivo apresentar conceitos básicos de confiança, trabalho em equipe, criatividade, empoderamento, automotivação e produtividade, por meio de atividades lúdicas e descontraídas. 

A ação foi apresentada à gerente da filial, Marcela Toledo, em agosto. Após a aprovação, cerca de 220 Jovens Aprendizes de Recife receberam o projeto cheios de energia. No mesmo mês, Julio – que é especializado em Marketing Comportamental e Gestão de Carreiras e ministra palestras há seis anos – veio para São Paulo e aproveitou a oportunidade para aplicar o projeto no Espro Campinas e na unidade de Guarulhos do Espro São Paulo, o que totalizou uma quantidade de 350 jovens impactados. “Ganhamos uma nova forma de pensar. Entendi que o ritmo está ligado às nossas metas e prazos de entrega, e é preciso ter equilíbrio para controlar o que é feito até atingí-los”, contou o jovem Thawan Victor Vieira, de Recife.

Segundo o instrutor, os participantes não são expostos, nem obrigados a dançar. “O objetivo do projeto não é dar aulas de dança, e sim, demonstrar aos participantes que o desenvolvimento profissional e pessoal podem ser vistos também na arte”.  Julio também expôs sua felicidade após a finalização do projeto. “É gratificante poder colaborar de alguma forma com a vida desses jovens incríveis”, disse.

 

Espro é homenageado pela Câmara Legislativa do Distrito Federal

20 de outubro de 2016

No dia 13 de outubro, o Espro Brasília foi homenageado  pela Câmara Legislativa do Distrito Federal, devido a parceria com o projeto ViraVida do Sesi, e ao excelente trabalho desenvolvido com os jovens que vivem em situação de vulnerabilidade social e são vítimas de abuso sexual.

O resgate da vida por meio de valores sociais ofertados pela oportunidade de estudo e inserção no mercado de trabalho é a meta do projeto ViraVida e está em total sintonia com a missão do Espro. A proposta da homenagem foi apresentada pelo deputado Distrital Rodrigo Delmasso, devido ao importante trabalho desenvolvido pelo programa.

“Ser reconhecido por essa parceria reforça a nossa missão. Precisamos somar esforços com quem também leva a sério a transformação de vidas”, afirma Mariana Rocha, gerente do Espro Brasília.  

É por meio de parcerias como esta que muitos jovens passam a ter novas perspectivas de futuro e podem ser retirados de qualquer situação de negligência.

 

Parceria com a Junior Achievement promove curso em Belo Horizonte

24 de outubro de 2016.

O Espro Belo Horizonte, em pareceria com a Junior Achievement, está promovendo o curso de “Economia Pessoal” para 370 Jovens Aprendizes da filial e dos polos de Contagem e Venda Nova.

A instituição parceira capacitou os instrutores do Espro e disponibilizou todo o material didático aos jovens, que no final do curso também receberão certificado.

O curso que tem carga horária de 8 horas e tem como objetivo  ajudar o jovem a compreender seus interesses e necessidades pessoais,a explorar opções de carreira e descobrir o valor da educação. Eles também aprendem sobre orçamentos, gerenciamento financeiro e vantagens e desvantagens do uso do crédito.

O jovem Alan Mateus Silva Gonçalves, 20 anos, considerou o curso uma experiência muito boa. “Estou aprendendo muitas coisas e fazendo descobertas, além de discutirmos muitos assuntos com os colegas. Não imaginava fazer um dia esse curso, me sinto privilegiado por ter essa oportunidade”, declarou.

A parceria do Espro com a Junior Achievement se iniciou em 2015, com a aplicação do curso Meu Dinheiro, Meu Negócio. E em novembro, já está confirmada a participação dos jovens da filial Belo Horizonte no projeto MESE, um jogo de simulação empresarial que possibilita aos participantes operar suas próprias corporações em um ambiente que reproduz o mercado dos negócios. O objetivo é ensinar aos jovens sobre educação financeira, concorrência, tomada de decisões e trabalho em equipe.

 

Logística na Prática: jovens visitam o Terminal de Cargas do Aeroporto de Brasília

19 de outubro de 2016

Os jovens do Espro Brasília visitaram, recentemente, o Terminal de Cargas do Aeroporto Internacional de Brasília. A atividade foi supervisionada pela instrutora Elenilce Gama e guiada pelo coordenador de Logística do aeroporto, Miguel Rodrigues. 

Os principais pontos abordados foram os procedimentos de armazenagem de carga, a existência de galpões refrigerados com temperaturas que podem chegar a -80C°, a explicação de termos técnicos, custo logístico, estoque em trânsito, tipos de transportes de carga existentes, os canais de parametrização, os órgãos que são isentos de taxa de armazenagem, o papel da Receita Federal e muitos outros. 

O Jovem Aprendiz Jairo Herbert considerou que todo o assunto abordado o fez ter consciência do quanto é essencial respeitar e conhecer todas as etapas de um processo, para a sua execução e qualidade. Já Raimundo Junior destacou a importância do uso dos equipamentos de proteção individual.

Segundo Shirlaine Maciel, supervisora da Educação Profissional, é fundamental que a teoria esteja associada à prática, para garantir clareza no entendimento dos jovens e qualidade do aprendizado. “A turma já havia estudado os temas de logística e estoque e a visita serviu para ampliar os conhecimentos e reforçar os conceitos e apresentar a profissão que pode ser o anseio de muitos jovens”, disse. 

 

Fim do conteúdo (Clique neste link para voltar ao início do conteúdo) Voltar ao topo da página (Menu principal)