Espro - Ensino Social Profissionalizante

Educa, Transforma, Inclui.

São Paulo (Matriz) Tel. 11 2504-1174

  • São Paulo (Matriz) Tel. 11 2504-1174
  • Rio de Janeiro Tel. 21 3513-6400
  • Belo Horizonte Tel. 31 3506-1900
  • Brasília Tel. 61 3226-1512
  • Curitiba Tel. 41 2107-0500
  • Recife Tel. 81 3424-8166
  • Salvador Tel. 71 3027-5023
  • Campinas Tel. 19 3722-0004
  • Porto Alegre Tel. 51 3085-5707
Início do conteúdo

Espro presenteia SP e RJ com apresentação de coral

23.12.2019

O clima de Natal mais uma vez predominou, desta vez com duas apresentações de coral formado por aprendizes do Espro, em São Paulo, e pela primeira vez, no Rio de Janeiro. 

Na capital paulista o evento, em sua nona edição, aconteceu no dia 19/12, nas escadarias do Theatro Municipal, e contou com a participação de cerca de 300 adolescentes e jovens, integrantes dos programas Jovem Aprendiz e Formação para o Mundo do Trabalho (FMT). 

“Achei a apresentação linda, maravilhosa, comove muito a gente. Algo que é diferente e envolve as pessoas”, disse Carina Farias, moradora do Jardim Peri, que fez questão de fazer uma parada em frente ao Theatro para prestigiar a apresentação.

Sob regência do maestro Jaconias Rodrigues, o público se envolveu e pode apreciar algumas músicas, como as clássicas Noite Feliz, Bate o Sino, Alegria de Natal, Um Sino Feliz, entre outras. 

Rio de janeiro – O evento, inédito na cidade maravilhosa, foi realizado em 17/12, na Praça Mauá, ao lado da entrada do Museu do Amanhã com cerca de 50 adolescentes e jovens.

“Estou extremamente feliz, conquistamos uma vitória. Pela primeira vez estamos dando um presente para o Rio de Janeiro com o nosso coral. Em São Paulo já acontece há nove anos, mas a ideia é que a gente consiga realizar o evento em mais capitais” disse o superintendente Executivo do Espro, Alessandro Saade. 

Na oportunidade o público presente se envolveu e pode apreciar algumas músicas, como as clássicas Oh Happy Day, Noite Santa, Anoiteceu, Joy To The World, entre outras. A regência foi do maestro Renato Mota Marins.  

“Eu gostei bastante é um aprendizado que vou levar para a vida toda. Dá muito nervoso, mas foi muito bonito”, disse a jovem aprendiz Michele Brisante. 

Fim do conteúdo (Clique neste link para voltar ao início do conteúdo) Voltar ao topo da página (Menu principal)