Espro - Ensino Social Profissionalizante

Educa, Transforma, Inclui.

São Paulo (Matriz) Tel. 11 2504-1174

  • São Paulo (Matriz) Tel. 11 2504-1174
  • Rio de Janeiro Tel. 21 3513-6400
  • Belo Horizonte Tel. 31 3506-1900
  • Brasília Tel. 61 3226-1512
  • Curitiba Tel. 41 2107-0500
  • Recife Tel. 81 3424-8166
  • Salvador Tel. 71 3027-5023
  • Campinas Tel. 19 3722-0004
  • Porto Alegre Tel. 51 3085-5707
Início do conteúdo

Aprendizes alegram vida de crianças com câncer

24/07/2019

Poucas situações da vida são tão satisfatórias e genuínas quanto o sorriso de uma criança. Agora imagine quando alguém consegue extrair uma expressão de felicidade de quem é tão jovem e já enfrenta tratamento contra o câncer. Oito aprendizes do Espro tiveram essa sensação, após participarem como voluntários, no dia 06/07, de uma festa julina na Casa de Apoio Vida Divina, na região de Ermelino Matarazzo (zona leste de São Paulo).

Há 22 anos em atividade, a instituição acolhe crianças e adolescentes com câncer de outros estados, que buscam o tratamento oncológico na capital paulista. Desde a fundação, a entidade atendeu mais de 500 famílias de todo o Brasil, com objetivo de oferecer condições para um tratamento digno, por meio de amor e esperança que dão a confiança de que essa luta será vencida ao fim desses obstáculos.

Diante disso, a festa teve como maior objetivo de alegrar e dar uma atenção especial à garotada em meio a esse desafio tão precoce, a fim de fazê-la sair da rotina de se deslocar da casa para o hospital e vice-versa. Ao lado dos filhos, os pais também foram beneficiados, ao verem expressões de felicidade e perceberem que não estão sozinhos nessa luta.

Fazer a diferença - Graças à iniciativa, somada às doações de colaboradores do Espro e de toda a ajuda da comunidade, houve a arrecadação de alimentos, produtos descartáveis, brinquedos e toda a estrutura para marcar o dia da garotada. “Sempre gostei de criança e isso foi um motivo a mais para ajudar e alegrá-las. Teve uma que ficou três horas no pula-pula”, lembrou o aprendiz em serviços administrativos, Elian Duarte Araújo, 16 anos.

Também aprendiz na mesma função no Espro, Larissa Jennifer Gonçalves Santos, 18 anos, passou a ter conhecimento da Casa de Apoio Vida Divina por intermédio de uma amiga, voluntária da ONG (Organização Não-Governamental), e se interessou pela causa. Dessa forma, surgiu a ideia entre o grupo de aprendizes de conhecer a instituição, além de entender a rotina das crianças e dos pais que se instalaram no local.

No entanto, ao invés de expressões tristes, os adolescentes e jovens viram uma garotada feliz, brincalhona, que por meio da inocência, não se permitia perder a infância, enquanto luta contra câncer. Então tanto a convivência inicial com as crianças como a realização da festa julina mudaram a vida dos aprendizes, que agora querem ainda mais fazer a diferença na vida de quem mais precisa.

Para Larissa, é possível avaliá-la antes e depois dessa experiência, que, segundo ela, tornou-a mais madura e disposta a participar de novos trabalhos voluntários. “Quando percebemos que reclamamos da vida, enquanto há pessoas em situação pior, a gente passa a mudar. Esse lado de reclamar da minha vida não tem mais em mim. Por isso, agora quero continuar ajudando os outros”, explicou.

Fim do conteúdo (Clique neste link para voltar ao início do conteúdo) Voltar ao topo da página (Menu principal)