Espro - Ensino Social Profissionalizante

Educa, Transforma, Inclui.

São Paulo (Matriz) Tel. 11 2504-1174

  • São Paulo (Matriz) Tel. 11 2504-1174
  • Rio de Janeiro Tel. 21 3513-6400
  • Belo Horizonte Tel. 31 3506-1900
  • Brasília Tel. 61 3226-1512
  • Curitiba Tel. 41 2107-0500
  • Recife Tel. 81 3424-8166
  • Salvador Tel. 71 3027-5023
  • Campinas Tel. 19 3722-0004
  • Porto Alegre Tel. 51 3085-5707
Início do conteúdo

Espro fecha parceria com empresa de transporte por aplicativo e abre novas vagas para jovem aprendiz

26.09.2019

O Espro firmou nova parceria com uma grande empresa de transporte por aplicativo, medida que resultará na abertura de 42 novas oportunidades para jovem aprendiz em nove cidades do país. O maior número de vagas (26), nas áreas administrativas e atendimento, está sendo direcionado para São Paulo, local onde se encontra sede da empresa. 

As demais estão distribuídas em outras localidades onde a nova parceira mantém postos de atendimento: Curitiba, Porto Alegre, Salvador, Fortaleza, Recife, Goiânia, Belo Horizonte e Brasília. 

Vale destacar que a empresa de transporte busca promover cultura inclusiva e valoriza a diversidade de gênero, religião, PCD, LGBTQIA+, raça e etnia. Além disso, está priorizando a contratação de jovens de 16 a 19 anos, que estejam no ensino fundamental ou médio.

Para a maioria das oportunidades o jovem aprendiz cumprirá carga de quatro 4 horas diárias com remuneração de R$ 710,00. Para o período de seis horas o salário é de R$ 1.065,00. Para todas as vagas haverá registro CLT, salário fixo, benefícios e possibilidade de efetivação.

Os jovens interessados pelas vagas podem se inscrever pelo site www.espro.org.br. Além disso, devem enviar currículo para o e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

Repórter do Grupo Bandeirantes fala sobre podcast para jovens do Espro

10.09.2019

Os adolescentes e jovens que integram o projeto da Web Rádio Espro Aprendiz, realizado na Fecap Largo São Francisco, tiveram um dia especial na quinta-feira (05/09). Foi uma oportunidade para trocar ideias e adquirir novos conhecimentos em conteúdo passado pela repórter do Grupo Bandeirantes de Comunicação, Maiara Bastianello, durante palestra na unidade Fia Pinheiros.

“Amo fazer rádio e acho que vocês estão num caminho muito bacana. Esse trabalho que o Espro está fazendo é muito legal”, disse Maiara ao se referir ao projeto em formato de podcast que conta com cerca de 70 aprendizes divididos em cinco grupos. A profissional, inclusive, ouviu alguns dos programas produzidos pelos aprendizes e fez questão de elogiar o trabalho.

Na ocasião os aprendizes tiveram acesso a um rico material apresentado pela repórter com direito a depoimentos exclusivos de profissionais experientes que gravaram vídeos com dicas interessantes para produção de podcasts. Caso dos jornalistas Renan Sukevicius (Folha de S.Paulo), Julio Vieira (Veja) e Juliana Dantas (Alpha FM).

”Sem dúvida foi sensacional, uma oportunidade única. Mais uma porta que se abriu”, afirmou Renan Cruz Ribeiro, aprendiz que participa do projeto Web Rádio no grupo Contraponto.

Trajetória profissional – Além de dar dicas e orientações específicas sobre podcasts, a profissional, que iniciou a carreira há 11 anos como treinee na Rádio BandNews, também falou sobre sua trajetória profissional como repórter. Atualmente Maiara é vídeorrepórter no Bora SP, jornal matinal que estreou na Band há cerca de um mês.  

“Indescritível, nos possibilitou uma grande troca de experiências com a Maiara. Vai nos ajudar bastante com o projeto”, acrescentou a jovem Rebeca Souza dos Reis, do grupo Cavaquinho Abstrato.

‘Não vou desistir do futebol e de ter uma carreira profissional boa’, diz aprendiz e jogadora do Paraná

 

 

Raissa Dias do Nascimento, 22 anos, guarda sonhos capazes de enfrentar grandes desafios. Natural de Belém (PA), a jovem atravessou 2,6 mil quilômetros de norte a sul do Brasil, para se tornar aprendiz pelo Espro, em Curitiba (PR), em busca de dois objetivos: ter uma carreira profissional consolidada e conquistar o mundo por meio dos gramados, onde desde pequena, joga futebol e atualmente é atleta do Paraná Clube.

Desde criança, Raissa tem paixão pelo futebol e, por isso, jogava bola junto com os amigos em um complexo esportivo na capital paraense. Não demorou para a atacante vestir camisas de peso, como do Esmac e do Remo, um dos mais tradicionais clubes da Região Norte. “Minha paixão pelo futebol vem desde pequena e já fui para fora do Brasil (para jogar). Até hoje é a minha paixão”, descreve a aprendiz.

Ser jogadora pela modalidade feminina no País do Futebol, porém, ainda é um desafio ingrato para várias mulheres que amarram as chuteiras e entram nos gramados. A cada participação da Seleção Brasileira em Copas do Mundo e Jogos Olímpicos, a mesma constatação se repete: é preciso investir nas meninas que vestem a camisa canarinho. No entanto, as condições para profissionalização ainda evoluem em doses homeopáticas.

Por essa razão, ainda não pode viver apenas de futebol pelo Brasil, principalmente quando o esporte oferece poucas oportunidades para mulheres. Dessa forma, Raissa também investe em sua carreira profissional, o que a fez se mudar para uma cidade tão distante. “Desde março (deste ano), estou em Curitiba. O que me motivou foi vir para estudar, porque passei em uma Faculdade de Ciências Contábeis aqui”, diz. 

Oportunidade – Logo depois, Raissa conheceu o Espro por meio de um amigo, onde se tornou aprendiz em uma unidade da rede de fast food McDonald's. A rotina não é fácil, visto que ela precisa acordar às 9h para tomar café da manhã, 10h30 estar no trabalho, 19h na faculdade e ainda a partir das 22h30, treinar no Paraná, chegando em casa por volta da meia-noite. No entanto, o cansaço não supera a convicção de investir em seu futuro e seus sonhos.

“Todo o esforço é válido e será compensado futuramente. E todos no Espro me incentivam muito a persistir nos meus sonhos no futebol e na minha carreira profissional. Adquiro novos aprendizados a cada aula, o que me ajuda bastante na vida profissional, tanto no trabalho como no conhecimento. Eu quero me formar e não vou desistir do futebol e de ter uma carreira profissional boa, ter uma vida digna”, afirma a aprendiz.

Pelo Paraná, Raissa tem perspectivas de crescimento e espera seguir passos de jogadores consagradas como Marta, Cristiane e, principalmente, Formiga e de quem passou pela sua vida nas quatro linhas. “A Formiga e o Neymar são meus ídolos. Mas a minha admiração é mais com as companheiras que já joguei e que me inspiram, como Lorena Castro (zagueira), Letícia Pantoja (atacante) e Maiara Vaz (joga na China como meia-atacante). Criamos um vínculo muito grande”, assegura.

Incentivar sonhos – A instrutora da filial Curitiba Monica Barros Buss, 31 anos, trabalhou em atividades teóricas repassadas para Raissa, com intuito de alinhar os jovens aos seus propósitos de vida e fazer eles acreditarem que é possível conquistar seus objetivos. “A Raissa é uma menina bem focada, tem iniciativa e é determinada. Sempre que via que outro amigo não estava se desenvolvendo, ela sempre mostrou empatia e ajudava”, cita.

Parcerias visam formar 720 participantes do FMT até 2020

21.08.2019

Em sintonia com órgãos públicos visando preparo de adolescentes de 14 a 17 anos na busca pelo primeiro emprego, o Espro projeta atender até 720 participantes do programa FMT (Formação para o Mundo do Trabalho), por meio de duas parcerias: o Fumcad-SP (Fundo Municipal da Criança e do Adolescente de São Paulo) e FDCA-DF (Fundo dos Direitos da Criança e do Adolescente do Distrito Federal), que atenderão 480 e 240 beneficiados, respectivamente.

Ambas as parcerias começaram em 2018, com a finalidade de preparar adolescentes em situação de vulnerabilidade social. O trabalho de FMT desenvolvido junto com o Fumcad ocorre na unidade de Itaguaçu, com foco nos participantes residentes na região da Vila Nova Cachoeirinha (zona Norte de São Paulo), com subsídios para lanches, uniformes, kits escolares e auxílio-transporte.

A parceria com o Fumcad presta serviço a adolescentes divididos em turmas de manhã e tarde, que recebem capacitação teórica de 200 horas para atuar no mundo do trabalho. Uma vez concluída a FMT, os beneficiados são encaminhados ao programa de Socioaprendizagem, estabelecido pela lei federal 10.097/2000.

Polo Itaguaçu – A FMT também atende os familiares dos adolescentes na unidade de Itaguaçu, a fim de garantir o desenvolvimento integral da comunidade. O programa se desenvolve por meio de atividades sociais, que envolvem fortalecimento de vínculos familiares, e oficinas de geração de renda. Dessa forma, além de encaminhar adolescentes ao mundo do trabalho, o Espro busca aprimorar a capacitação profissional de toda a família.

Por sua vez, a parceria com o FDCA tem como meta atender até 240 adolescentes residentes em nos municípios de Santa Maria, Paranoá, Samambaia, Riacho Fundo, Itapoã, Ceilândia, até o fim deste ano. O aporte financeiro à FMT também assegura lanche, uniforme, kit escolar, mochila e auxílio transporte aos beneficiados e, assim como ocorre na capital paulista, existe um amplo trabalho de capacitação e reforço de vínculos com a família em geral.

Empresa está com vaga para aprendiz PCD em Fortaleza

Uma empresa do ramo de comércio voltado a produtos de beleza está com uma vaga de emprego aberta para aprendiz PCD (pessoa com deficiência), em sua loja localizada em Fortaleza. A jornada de trabalho é de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h, com contrato de 15 meses e remuneração mensal de R$ 773,99. O adolescente ou jovem também terá direito a vale-transporte e vale-refeição no valor de R$ 24,50 diários.

Os aprendizes interessados poderão se inscrever pelo próprio site do Espro e enviar o currículo para a analista de triagem Lais Cabral, por meio do e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. O período de cadastro para o processo de seleção da vaga começa nesta quarta-feira (14) e segue até 30 de agosto.

Fim do conteúdo (Clique neste link para voltar ao início do conteúdo) Voltar ao topo da página (Menu principal)