Narrativas Espro: Débora dos Santos de Melo

Narrativas Espro: Débora dos Santos de Melo

Essa é uma história, como tantas outras, mas com uma diferença, uma história sem final, escrita a cada dia, a cada momento e podendo ser mudada em qualquer tempo. Essa é a narrativa da Débora dos Santos de Melo.

Aos 17 anos e sem nenhuma motivação em estudar, Débora resolveu mudar o rumo da sua vida e tentar dar um sentindo ao seu futuro. O primeiro passo, rumo ao sucesso, foi dado no dia 18 de junho de 2018. Ainda sem saber o que lhe aguardar, a jovem iniciou sua Formação para o Mundo do Trabalho (FMT).

Marcada por uma inquietude, Débora não teve medo de arriscar e foi no Espro que a sua realidade começou a ser transformada. “Antes de entrar no Espro eu não pensava em estudar, não tinha motivações para dar um sentindo para um amanhã melhor. Mas tudo mudou na minha vida depois que entrei para no Programa de Aprendizagem”.

Transformado a sua sorte, a adolescente começou a trabalhar, como menor aprendiz, no departamento jurídico do Espro. “Mudei a minha vestimenta, pensamentos, coloquei pela primeira vez uma roupa social e uma sapatilha. Depois que comecei o curso, a vontade de querer ser alguém na vida foi aumentando, até que consegui a oportunidade de trabalhar no Espro”.

Débora concluiu o FMT e continua desenhado sua trajetória profissional. Hoje, aos 19 anos, a menina que não gostava de estudar, cursa Direito e tem o sonho de se tornar uma ótima advogada. “Percebi que não só meu lado profissional precisava de atenção, mas também outros aspectos da minha vida. Decidi que precisaria buscar um equilíbrio se quisesse passar por obstáculos que eu mesma estava criando. Agora, eu já sou assistente do departamento jurídico e tenho certeza que daqui 10 anos vou ser uma ótima advogada. Eu agradeço todo o apoio que Espro me deu durante esse tempo. Obrigado, Espro”.