Espro em parceria com a LEROY MERLIN, leva projeto de formação profissional até o bairro da Brasilândia, em São Paulo

O Espro, associação filantrópica que há mais de 40 anos ajuda a inserir  adolescentes e jovens no mundo do trabalho, inicia um novo projeto de formação profissional em parceria com a LEROY MERLIN, uma das maiores redes de varejo do Brasil focada em melhorias para o lar. A iniciativa tem como objetivo capacitar jovens em situação de vulnerabilidade social, de 17 a 22 anos de idade, residentes no bairro da Brasilândia. 

O projeto tem foco em conteúdos específicos sobre o  segmento do varejo, com o desenvolvimento de soft skills, como inteligência emocional, comunicação eficaz, resolução de problemas, resiliência, empatia e colaboração. Também serão trabalhados questões como o empreendedorismo pela orientação à formalização de negócios por meio da abertura de MEI (microempreendedor individual). 

A capacitação é realizada com os jovens por meio de um curso gratuito do Projeto Formar. Serão aulas em formato híbrido, com 120 horas de ensino a distância e 32 horas presenciais, totalizando 152 horas de conteúdo. A primeira turma começou as atividades no dia 1º de junho, com a participação de 30 jovens. 

Para os treinamentos em formato EAD, são disponibilizados tablets com chips e plano de internet, viabilizando o acesso digital e estimulando a permanência de todos os alunos no curso. As aulas e o acompanhamento social dos alunos são realizados pelo Espro.

No Módulo de Atividades Práticas, os jovens terão 32 horas de imersão diretamente na unidade da LEROY MERLIN localizada na Marginal Tietê, onde vão aprender sobre a estrutura, cultura organizacional da empresa, mercado do varejo e o funcionamento da loja no dia a dia. 

"A loja do Tietê é a nossa maior loja e a escolhemos com a finalidade de oferecer empregabilidade para a população do entorno, como é o caso da Brasilândia. Acreditamos que a educação muda a vida das pessoas e é nossa obrigação oferecer essa oportunidade. Queremos que este projeto com o Espro seja apenas o primeiro”, conta Andressa Borba, diretora de Desenvolvimento Sustentável da LEROY MERLIN.

Os alunos também terão conversas e vivências com colaboradores de diversos setores, proporcionando engajamento direto das equipes da loja na iniciativa e integrando-os à formação dos jovens participantes. As famílias dos adolescentes e jovens também possuem oportunidade de atendimento por meio de oficinas de geração de renda e encontros de fortalecimento de vínculos familiares. 

União entre responsabilidade e compromisso social

Ao final de cada turma, a expectativa é ampliar a empregabilidade dos jovens na região, fortalecer o vínculo familiar e comunitário e que após concluírem o curso, sejam encaminhados para participação de processo seletivo nas unidades da LEROY MERLIN.

“Segundo o Mapa de Desigualdade da Rede Nossa São Paulo, entre os 96 distritos da cidade de São Paulo, a Brasilândia aparece entre os 10 piores, levando em consideração critérios como trabalho e renda, habitação, educação, saúde, direitos humanos e mobilidade. A parceria com a LEROY MERLIN busca melhorar a qualificação profissional de seus moradores e, consequentemente, a qualidade de vida no bairro”, afirma Alessandro Saade, superintendente executivo do Espro.

Clique aqui e assista o vídeo para saber mais sobre o projeto.

Espro e Instituto Société Générale realizam Formação para o Mundo do Trabalho

Espro e Instituto Société Générale realizam Formação para o Mundo do Trabalho

É com enorme alegria que iniciamos no dia 01/06 o projeto Formação para o Mundo do Trabalho (FMT) patrocinado pelo ISG (Instituto Société Générale) para 30 jovens. Nossa parceria com o instituto teve início em 2017 e até hoje estamos juntos promovendo ações socioeducativas e de integração ao mundo do trabalho aos jovens.

O curso será realizado nas instalações de outro parceiro, o IAG (Instituto Anchieta Grajaú), com treinamentos de segunda a sexta, no período da tarde, com duração total de 100 horas.

O FMT é fundamental para adolescentes e jovens que desejam um curso de capacitação totalmente gratuito, engajado, dinâmico e fundamental para a inserção no mundo do trabalho.

FMT 4.0 – Nova Versão do seu futuro

FMT 4.0 – Nova Versão do seu futuro

Não dá para falar em transformação, sem falar em Inclusão Digital. Por isso, o Espro inova mais uma vez e lança o FMT 4.0 e 100% Gratuito. O curso é inédito e vai desenvolver em jovens de 18 a 22 anos, as habilidades necessárias para o Mundo do Trabalho, além de despertar o Espírito Empreendedor, tudo com a dinâmica e linguagem digital.

Você tem entre 18 e 22 anos e quer transformar seu futuro?

Então o FMT.4.0 foi feito pra você!

Um curso gratuito que vai te preparar para o mundo do trabalho, promovendo reflexões e despertando mudanças de atitudes, posturas e relacionamentos.

São 130 horas de curso, 24 dias de aulas 100% online via aplicativo de mensagens instantâneas com atividades interativas, gamificadas e apoio do instrutor que irá mediar o processo de ensino e aprendizagem dos participantes do curso.

Na jornada de aprendizagem serão apresentados conceitos e práticas mercadológicas atuais  com foco em tecnologia, confira a trilha:

  • Evolução Tecnológica
  • Indústria 4.0 no Brasil
  • Tecnologias disruptivas
  • Impactos da economia 4.0
  • Habilidades sociais e diversidade no trabalho
  • Empreendedorismo digital e educação empreendedora

Curtiu? Então bora para o FMT 4.0!

Temos turmas iniciando em todos os meses, mas até novembro. Não vai perder, hein?!

Clique aqui e inscreva-se.

 

Tipo assim! Tá ligado que não sou mais criança?

Tipo assim! Tá ligado que não sou mais criança?

 

Hoje, dia 21 de setembro, é o dia do adolescente.

A adolescência é marcada como a fase de diversas mudanças, sejam elas físicas, mentais e sociais. Além disso, ocorrem várias incertezas, expectativas e a ansiedade do primeiro emprego.

O Espro tem muito orgulho de estar há 42 anos preparando jovens e adolescentes para o mundo do trabalho e dando um norte nessa fase de tantas descobertas.

Em comemoração a essa data, convidamos três jovens aprendizes do Espro, que participaram do curso de formação para o mundo do trabalho, programa jovem aprendiz, sendo que duas foram efetivadas nas empresas que atuaram como aprendiz, para falar da importância de se preparar para o futuro.

Depoimentos dia do adolescente:

“Na minha visão a importância de uma preparação para o mercado de trabalho mostra seu interesse em crescer e não ser pego despreparado quando aparece uma oportunidade. Vejo tudo isso ligado ao propósito do Espro, entregando essa oportunidade para os jovens aprenderem de forma teórica e prática sobre o mercado de trabalho e estar sempre mostrando onde fica o ponto de partida dessa corrida sem fim onde profissionais interessados nunca param de aprender e estão sempre se reinventando. Minha trajetória no Espro encerra hoje, com muita felicidade e gratidão por terem me mostrado por onde começar, obrigada a todos que colaboram com meu início até o meu fim, vocês mudam vidas”.

Bianca Martins – Turma de FMT 10154 –  Jovem aprendiz Espro pela DHL Express.

“Com o mercado de trabalho cada vez mais exigente e a pressão em conseguir um trabalho, há uns meses atrás a minha ansiedade e preocupação pelo primeiro emprego eram gigantes. Quando finalmente passei no processo seletivo do Espro, fiquei encantada pela organização e pelas propostas de ensino. O curso tem me proporcionado ótimas experiências, onde estou conseguindo desenvolver várias habilidades como comunicação, organização, trabalho em equipe, além de aprender muitos conteúdos que com certeza me ajudarão muito na minha carreira profissional. Acredito que a oportunidade de atuar como jovem aprendiz abre portas para um futuro muito promissor, e inclusive pode até ajudar o jovem na escolha de carreira acadêmica”.

Luana Cristini Bento da Silva - 19 anos Turma 10163 Trabalhando na Ferrero do Brasil.

“Me chamo Larissa, tenho 20 anos, estou cursando o 6º semestre da graduação em Direito e atualmente trabalho como assistente administrativo.

Hoje vim compartilhar um pouco sobre a minha trajetória com o Espro. Em janeiro de 2020 iniciei o FMT (Formação para o Mundo do Trabalho), um curso que contribuiu imensamente para o meu desenvolvimento, com as simulações de entrevistas, conteúdos voltados para o marketing pessoal, técnicas administrativas, rotinas organizacionais, desenvolvendo a comunicação, relacionamento interpessoal e a autonomia necessária para ingressar no mercado de trabalho.

Após a conclusão do curso, tive a oportunidade de realizar algumas entrevistas, quando finalmente o meu tão esperado “SIM” chegou!

Iniciei em dezembro de 2020 como jovem aprendiz em uma grande empresa e em julho de 2021 fui efetivada! Foi uma alegria e gratidão muito grande.

Eu sempre me preocupei muito com o meu futuro pessoal e profissional e hoje vemos que o mercado de trabalho está cada vez mais competitivo, exigindo de nós um grande preparo e qualificação profissional, por isso, devemos agarrar todas as oportunidades que tivermos de nós desenvolver, através de cursos, palestras, eventos, leitura, estudo e muito mais.

Posso dizer que os cursos do Espro contribuíram muito para essa qualificação, desempenho e diferencial nos processos seletivos. ”

Larissa Felix De Melo – Ex jovem aprendiz do Espro pela empresa Editora moderna.

Parceria Espro e BASF capacita jovens meninas para novas transformações tecnológicas e científicas

Parceria Espro e BASF capacita jovens meninas para novas transformações tecnológicas e científicas

Meninas empoderadas em tecnologia e inovação? Sim, nós temos aqui no Espro!

Entre os meses de junho e julho, o Espro em parceria com a BASF realizou o Projeto Empoderar, Prototipar e Inovar, um curso de Formação para o Mundo do Trabalho (FMT), desenhado para atender às expectativas de  capacitação e inclusão tecnológica de adolescentes e jovens meninas  em situação de vulnerabilidade social, moradoras da cidade de São Bernardo do Campo, região do Grande ABC Paulista.

O projeto beneficiou 20 meninas, entre 16 e 22 anos, com um programa que uniu capacitação profissional, tecnologia e inovação com a proposta de ampliar as oportunidades de inclusão no mundo do trabalho, a partir do desenvolvimento de habilidades voltadas para as novas transformações tecnológicas e científicas.

O curso, realizado entre junho e julho, contou com 20 encontros realizados de segunda a sexta-feira, no período da tarde em aulas totalmente práticas no formato EaD (Ensino a Distância).

A partir da abordagem pedagógica STEAM - sigla em inglês para Ciências, Tecnologia, Engenharia, Artes e Matemática, todo programa curricular uniu a metodologia da robótica educacional para iniciar a participantes no letramento tecnológico, tornando-as protagonistas do processo de aprendizagem com foco no despertar de habilidades criativas para a resolução de problemas.

Para que cada participante pudesse acompanhar o conteúdo e também construir seu próprio protótipo, foram destinados tablets e dados de celular para acompanhamento das aulas em EaD, além de componentes de eletrônica como placas de arduino e protoboboard, cabos conectores e sensores para a construção dos projetos.

O Espro apoia o combate ao trabalho infantil

O Espro apoia o combate ao trabalho infantil

Esta sexta-feira, 12 de junho, é o Dia Mundial contra o Trabalho Infantil. A data, instituída pela Organização Internacional do Trabalho (OIT), é um marco para conscientizar a sociedade, trabalhadores, empresas e governos a se mobilizarem contra esta prática de violação de direitos da criança e dos adolescentes.

O trabalho infantil é uma violação que nunca vem desacompanhada. Está associada à pobreza, ao desemprego, à desigualdade social, à dificuldade de acesso à educação e tantas outras questões, trazendo impactos psicológicos, sociais, econômicos e também físicos às crianças e adolescentes explorados.

Toda criança tem direito ao lazer, à educação e à saúde, mas nem sempre é assim. No Brasil, quase 1 milhão de crianças trabalham ilegalmente, mesmo a lei brasileira proibindo jovens com menos de 16 anos de exercerem qualquer atividade profissional. A exceção são os programas de aprendizagem.

O Espro, como instituição socioeducativa, apoia essa iniciativa, e ressalta a importância da Lei da Aprendizagem (Lei 10.097/2000) como medida legal das mais eficazes para combater esse problema. A educação é a única forma pela qual conseguiremos romper o ciclo da pobreza e assim superar uma das principais causas por trás das situações de trabalho infantil.

Seguindo o propósito de educar, transformar e incluir, o Espro, por meio do seu Programa de Formação para o Mundo do Trabalho (FMT), oferece a adolescentes e jovens de 14 a 22 anos, em situação de vulnerabilidade, uma capacitação para iniciar a vida profissional.

O curso é um grande diferencial na formação, pois desenvolve habilidades necessárias à inserção no mundo do trabalho e desperta espírito empreendedor e posturas compatíveis às exigências e aos desafios do ambiente corporativo. Além da capacitação profissional, o programa também atua ativamente estimulando senso crítico, discernimento, autonomia e responsabilidade em vida comunitária. Para isso, garante espaços de convivência que possibilitam troca de experiências baseadas na realidade dos participantes, desenvolvendo relações pautadas na solidariedade e respeito mútuo.

O Espro continuará trabalhando e promovendo essas políticas. Porque, sem elas, existe, sim, uma grande chance de se ter um retrocesso e um maior número de meninos e meninas que voltem ou passem a ser trabalhadores infantis.

Todo #JovemEspro reconhece a importância da data e vive a experiência de se dedicar, unicamente, na construção dos próprios sonhos. E nas fotos abaixo estão alguns dos nossos adolescentes e jovens que criaram mensagens para lembrar que violar direitos é crime!

Compartilhe:
Narrativas Espro: Débora dos Santos de Melo

Narrativas Espro: Débora dos Santos de Melo

Essa é uma história, como tantas outras, mas com uma diferença, uma história sem final, escrita a cada dia, a cada momento e podendo ser mudada em qualquer tempo. Essa é a narrativa da Débora dos Santos de Melo.

Aos 17 anos e sem nenhuma motivação em estudar, Débora resolveu mudar o rumo da sua vida e tentar dar um sentindo ao seu futuro. O primeiro passo, rumo ao sucesso, foi dado no dia 18 de junho de 2018. Ainda sem saber o que lhe aguardar, a jovem iniciou sua Formação para o Mundo do Trabalho (FMT).

Marcada por uma inquietude, Débora não teve medo de arriscar e foi no Espro que a sua realidade começou a ser transformada. “Antes de entrar no Espro eu não pensava em estudar, não tinha motivações para dar um sentindo para um amanhã melhor. Mas tudo mudou na minha vida depois que entrei para no Programa de Aprendizagem”.

Transformado a sua sorte, a adolescente começou a trabalhar, como menor aprendiz, no departamento jurídico do Espro. “Mudei a minha vestimenta, pensamentos, coloquei pela primeira vez uma roupa social e uma sapatilha. Depois que comecei o curso, a vontade de querer ser alguém na vida foi aumentando, até que consegui a oportunidade de trabalhar no Espro”.

Débora concluiu o FMT e continua desenhado sua trajetória profissional. Hoje, aos 19 anos, a menina que não gostava de estudar, cursa Direito e tem o sonho de se tornar uma ótima advogada. “Percebi que não só meu lado profissional precisava de atenção, mas também outros aspectos da minha vida. Decidi que precisaria buscar um equilíbrio se quisesse passar por obstáculos que eu mesma estava criando. Agora, eu já sou assistente do departamento jurídico e tenho certeza que daqui 10 anos vou ser uma ótima advogada. Eu agradeço todo o apoio que Espro me deu durante esse tempo. Obrigado, Espro”.

Espro Rio realiza formatura de turmas de FMT

Espro Rio realiza formatura de turmas de FMT

Duas turmas de adolescentes e jovens do Espro Rio de Janeiro se formaram no curso FMT – Formação para o Mundo do Trabalho, no dia 20/12. A conclusão sempre é momento importante de desenvolvimento e crescimento pessoal e profissional que pôde ser compartilhado com a presença de familiares e amigos.

A formatura foi realizada na Nave do Conhecimento de Triagem, parceira que cedeu o espaço para realização de todo o curso. As Naves são equipamentos públicos que democratizam o acesso ao universo digital, oferecem oficinas, cursos e eventos relacionados à informática básica, economia criativa, tecnologias da informação, robótica e programação, trabalho e empreendedorismo.

formatura-de-turma-fmt_espro-rio-de-janeiro      

A cerimônia contou com a presença de Charles Siqueira, coordenador responsável pela Nave do Conhecimento de Triagem; Gisella Martins Presta Penna, presidente do Instituto Rio Cultural; Marco San e Fernanda Amurillo, secretário e subsecretária de Gestão da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e Tecnologia, respectivamente.

O grande destaque foi a desenvoltura de cada um dos jovens, que com autonomia e protagonismo, conduziram toda a celebração.

Vale destacar que dos 47 adolescentes e jovens das turmas 9752 e 9646, seis já foram contratados como aprendizes no Espro.

Para Ricardo Vieira, um dos selecionados para uma vaga de aprendiz, o curso representou uma grande conquista pessoal. “É uma excelente oportunidade para os jovens melhorarem em diversos aspectos como postura, fala, timidez e organização. O curso também me tornou mais proativo e me ajudou a estabelecer minhas metas”, disse.

A entrega dos certificados foi feita pela instrutora Paula Oliveira do Espírito Santo e pela analista de planejamento educacional, Ana Carolina Ribeiro.

Para a instrutora, “a gente chega achando que tem algo a oferecer, mas na verdade nós é que aprendemos todo dia com eles. Vê-los ingressando no mercado de trabalho, em uma atividade formal, justa, honesta, é o meu maior presente”, afirmou Paula.

Já Ana Carolina ressaltou que o Espro não impacta apenas a vida do jovem, mas de todos os grupos sociais que ele está inserido e convive. “Ao educar, transformar e inserir um deles, nós oferecemos esperança e perspectiva de futuro para alguém que antes do curso não acreditava em si".