Pesquisa Espro revela que 48% dos aprendizes já estão trabalhando de forma presencial

Pesquisa Espro revela que 48% dos aprendizes já estão trabalhando de forma presencial

Realizamos um novo estudo, o quinto desde o início da pandemia, que aponta nova alta em relação ao número de aprendizes que estão trabalhando presencialmente nas empresas. O índice de adolescentes e jovens que agora se deslocam de casa para o endereço comercial subiu de 34% para 48%, 14 pontos mais alto que a pesquisa anterior, realizada em agosto.

O percentual, no entanto, vem subindo desde o início da primeira pesquisa aplicada em abril. Na oportunidade, apenas 11% dos aprendizes estavam trabalhando nas empresas. No estudo seguinte, aplicado em maio (15%), e no terceiro, em julho (22%).

Além disso, a pesquisa também mostra que 25% dos jovens permanecem em home office e apenas 1% se encontra com contrato suspenso, neste caso uma queda de 9 pontos, se comparado com a análise anterior, quando foram registrados 10% nesta condição. Já em relação ao aspecto econômico, os aprendizes alegam que foram afetados com perda de renda (6%) e emprego (7%). Índice que sobe quando relacionado a alguma pessoa que resida na mesma casa do jovem, já que 24% perderam renda e outros 17% o emprego.

Preocupação – Assim como nas pesquisas anteriores, quase a totalidade dos aprendizes considera estar bem informado sobre o novo coronavírus, porém, 87% demonstram preocupação com uma possível contaminação. Número que sobe para 93% quando pensam nos pais ou avós.

São Paulo – Em São Paulo, a quinta onda do estudo aponta que 43% dos aprendizes retornaram fisicamente ao trabalho, número 12 pontos mais alto que a pesquisa anterior. Além disso, 33% permanecem em home office e não há mais relatos de aprendizes com contratos suspensos. Na parte econômica 13% relatam que foram afetados com perda de emprego e renda.

Pesquisa – O objetivo do estudo é entender como os aprendizes Espro estão se comportando frente à pandemia, especialmente nos aspectos físicos, comportamentais, de saúde, econômico, profissional e familiar. Ao todo, 2.209 jovens do Brasil (1.104 de São Paulo) responderam à pesquisa realizada entre os dias 04 e 16 de novembro. Do total 71% são do sexo feminino e 29% masculino.

Clique aqui e confira os dados completos da pesquisa.

Podcast Espro 2020 com novo episódio sobre Desenvolvimento Profissional

Podcast Espro 2020 com novo episódio sobre Desenvolvimento Profissional

O projeto Podcast Espro 2020 apresenta seu segundo episódio, com um bate-papo incrível entre nosso superintendente executivo Alessandro Saade e Diogo Almeida, ex-aprendiz Espro que hoje é gerente de Marketing na DUX Forwarding, empresa de comércio exterior com base nos Estados Unidos. E o tema da vez é Desenvolvimento Profissional.

Diogo foi #JovemEspro entre 2001 e 2002, tem 33 anos de idade, mora em São Paulo e atua com gestão e gerenciamento de marcas e identidades visuais, além da criação de layouts e branding marketing, no ambiente offline e digital. Ele destaca que “é um imenso prazer estar aqui, revendo vocês, falando com o Espro que tanto ajudou amigos meus, me ajudou e que tanto inspira jovens a entrar no mundo do trabalho, seguindo em frente no que diz respeito a ir atrás dos sonhos.”

Além de dicas preciosas para ajudar a construir uma trajetória profissional de sucesso, mantendo o crescimento e o aprendizado constantes, Diogo ainda compartilha toda sua experiência sobre marketing. É uma satisfação poder contar mais essa história inspiradora aos adolescentes e jovens que estão entrando no mundo do trabalho!

Ouça agora e não esqueça de fazer sua inscrição no podcast, para acompanhar tudo o que iremos compartilhar. Também deixe seu comentário aqui no post e envie suas ideias e sugestões para esse projeto, que oferece muita inspiração e conteúdo de valor para você conquistar o sucesso profissional!

Ouça agora no Spotify!

Dia Internacional do Voluntário é marcado com novas possibilidades de contribuição no Espro

Não importa o cenário da sociedade, o voluntariado é sempre necessário! E o Dia Internacional do Voluntário existe para celebrar e agradecer àqueles que dedicam tempo, habilidades e talento para fazer a diferença na vida do próximo. Se você é uma dessas pessoas, saiba que sua atuação pode contribuir com a formação de milhares de adolescentes e jovens aqui no Espro.

De acordo com a Lei do Voluntariado, nº 9.608/98, serviço voluntário é a “atividade não remunerada prestada por pessoa física a entidade pública de qualquer natureza ou a instituição privada de fins não lucrativos que tenha objetivos cívicos, culturais, educacionais, científicos, recreativos ou de assistência à pessoa”. Por isso, o trabalho voluntário é diverso e estamos sempre expandindo as possibilidades para abranger todo nosso campo de atuação. Atualmente, aceitamos o apoio de fonoaudiólogos, psicólogos, contadores de histórias, instrutores de informática, oficineiros, palestrantes, mentores etc.

Então, não deixe o Dia Internacional do Voluntário passar em branco. Escolha sua causa e comece a contribuir pela construção de uma sociedade mais forte e unida. E ficaremos muitos felizes em contar com seu apoio aqui no Espro. “O voluntariado amplia horizontes. Quando nos voluntariamos, mudamos de lado e enxergamos em outra perspectiva. Melhora o outro, melhora o que somos, transforma as relações. Por isto, não importa qual a sua causa, amplie horizontes e voluntarie-se!”, destaca Kelly Cotosck, gerente de Educação e Aprendizagem do Espro, área responsável pela gestão dos trabalhos voluntários realizados na instituição.

Seja um Voluntário Espro!

Aumenta interesse de jovens por trabalhos voluntários

E olha só que notícia legal... Segundo pesquisa realizada pela Atados, iniciativa social que promove engajamento em voluntariado conectando pessoas e organizações, houve aumento de 21% no número de jovens, entre 18 e 24 anos de idade, interessados em trabalhos voluntários.

Também foi identificado crescimento geral na procura por práticas voluntárias, de 12% quando comparado ao ano anterior. Parte disso se deve à presente pandemia, que mobilizou pessoas e organizações para reduzir o impacto negativo gerado pela Covi-19. Beatriz Basile de Carvalho, coordenadora de redes da Atados, reflete sobre o atual cenário: “As pessoas passaram a ter mais tempo em suas mãos para dedicar ao próximo, e acreditamos que esse foi o principal motivo para o crescimento”.

Faça parte da nossa causa!

Muito legal essa mudança, positiva, não é mesmo? Ficaremos na torcida para que o engajamento seja permanente e que cada vez mais pessoas consigam se dedicar ao voluntariado. E aproveitamos para deixar aqui um convite: seja um voluntário Espro.

Além de ajudar a transformar a vidas de milhares de adolescentes, jovens, famílias e comunidades, você ainda recebe um certificado de participação, com detalhamento de carga horária, válido para horas complementares acadêmicas, por exemplo. Para participar, basta acessar o link abaixo, conferir as informações e efetuar sua inscrição no formulário.

Inscreva-se para voluntariado no Espro

Leia também:

Espro destaca Dia do Orientador Educacional

Espro destaca Dia do Orientador Educacional

O Espro destaca o Dia do Orientador Educacional, 4 de dezembro, pois esse membro da gestão escolar ajuda a garantir o desenvolvimento integral de adolescentes e jovens. Ele trabalha para desenvolver valores e relações interpessoais, junto aos professores, inspirando estudantes a serem mais dedicados à participação ativa na sociedade e os deixa preparados para entrar no mundo do trabalho.

De acordo com o decreto nº 72.846/73, o orientador educacional presta “assistência ao educando, individualmente ou em grupo, no âmbito do ensino de 1º e 2º graus, visando o desenvolvimento integral e harmonioso de sua personalidade, ordenando e integrando os elementos que exercem influência em sua formação e preparando-o para o exercício das opções básicas”.

A profissão surgiu, inicialmente, para orientar estudantes na escolha profissional, por meio de testes vocacionais, por exemplo. Entretanto, com o tempo, a atuação se expandiu e se tornou algo muito maior. Hoje, esse profissional soluciona problemas educacionais e, acima de tudo, atua pela formação de cidadãos dentro do ambiente escolar.

Podemos dizer que nossos instrutores, psicólogos e tantos outros profissionais do #TimeEspro, desenvolvem esse importante papel com frequência junto aos adolescentes e jovens. Afinal essa é a missão do Espro, formar não apenas profissionais qualificados, mas também cidadãos ativos na construção de uma sociedade melhor.

Parabéns aos orientadores educacionais!

Parabéns a todos os profissionais dedicados à educação!

Dia de Doar Espro reforça impacto da solidariedade

Dia de Doar Espro reforça impacto da solidariedade

O Dia de Doar desse ano acontece em 1º de dezembro, um movimento mundial para destacar o impacto da solidariedade e promover a cultura da doação pela construção de uma sociedade mais justa e igualitária. Aqui no Espro, a campanha visa conectar pessoas às causas e propõe práticas de pequenos hábitos e ações que, quando somados, podem construir um futuro melhor. Além disso, realizamos ações importantes, diretas e indiretas, com doações estimadas em cerca de R$ 416 mil, beneficiando dezenas de entidades, colaboradores e adolescentes e jovens de todo o Brasil.

Especialmente neste ano, em que todos foram surpreendidos pela pandemia provocada pela Covid-19, entre as entregas realizadas por nossos parceiros, estão máscaras de proteção facial, cestas básicas, tablets e itens eletrônicos, turmas do programa de Formação para o Mundo do Trabalho (FMT), kits de roupas e calçados, auxílio Covid-19 e doações espontâneas.

O real impacto da solidariedade

Umas das principais ações foi a doação de kits lanches, que seriam consumidos pelos aprendizes das oito filiais (São Paulo, Campinas, Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Porto Alegre, Recife e Rio de Janeiro) que passaram a realizar as atividades teóricas à distância por conta da pandemia. Desta forma, mais de 80 mil itens foram destinados a instituições que realizam trabalho social, desde maio. O valor estimado dos produtos é de R$ 92,6 mil.

Em julho, também foram direcionados os alimentos que estavam estocados em duas unidades do Espro de São Paulo para a Associação Franciscana de Solidariedade. Foram cerca de 1,2 mil itens (café, açúcar, chá e biscoitos) que totalizam aproximadamente R$ 4,7 mil.

Além disso, o #TimeEspro também foi contemplado com doações de mobiliários, avaliados em R$ 59,2 mil. No início de novembro foram disponibilizados 400 itens, desde armários, arquivos, estações de trabalho, gaveteiros, até mesas de reuniões. As peças eram parte das instalações da antiga sede administrativa do Espro, na Consolação, em São Paulo.

Ações indiretas que transformam vidas

Mas não é só isso! Com o apoio de empresas parceiras, o Espro intermediou outras ações importantes de doações que beneficiaram adolescentes e jovens, bem com os seus familiares. Somadas as iniciativas estão estimadas em R$ 259,2 mil. Desse total, R$ 190,6 mil foram direcionados a aprendizes da Unilever, que receberam auxílio de R$ 200,00 durante três meses por conta da pandemia.

O Espro também recebeu mil máscaras da parceira Cyrela (destinadas aos colaboradores) e R$ 28,1 mil direcionados para compra de tablets para a realização de atividades com os adolescentes e jovens. E por meio do Instituto Société Générale, 240 cestas básicas foram distribuídas a famílias ligadas ao Programa de Formação para o Mundo do Trabalho. A instituição também recebeu R$ 8 mil do Tribanco/Iamar para realização de uma oficina maker.

O propósito do Dia de Doar deve ser lembrado todos os dias do ano, para espalhar cada vez mais o espírito de generosidade. Por isso, ao longo de todo o mês de dezembro, inspiraremos gentilezas aqui no blog e em nossas mídias sociais. Fique de olho!

Acompanhe e compartilhe suas experiências para a construção de um futuro melhor!

FAÇA PARTE DESSA CAUSA! Entre em contato com o nosso time e descubra como sua empresa pode contribuir na transformação de vidas. Clique aqui para informações completas.
Espro lança podcast com ex-aprendizes de sucesso

Espro lança podcast com ex-aprendizes de sucesso

Apresentamos hoje mais um projeto para entregar conteúdo de qualidade a adolescentes e jovens que estão entrando no mundo do trabalho. Em formato de podcast com episódios semanais, conduzido pelo nosso superintendente executivo Alessandro Saade, contaremos boas histórias de ex-aprendizes Espro que estão construindo uma trajetória profissional inspiradora, desde que concluíram a aprendizagem.

Cada episódio será um bate-papo que, além de discutir boas ideias e experiências, abordará assuntos pertinentes ao futuro do trabalho: empreendedorismo, criatividade, tecnologia, entre outros. E tudo isso estará disponível para acompanhar pelo Spotify, em qualquer dia e horário que você preferir.

No episódio de estreia o papo é com Fernanda Barbosa, que foi #JovemEspro em 2008, tem 25 anos de idade, mora em Porto Alegre e é empreendedora. Fernanda tem uma loja virtual de moda, onde comercializa peças exclusivas de sua própria confecção, e cria tudo com muito carinho, para que qualquer mulher possa utilizar, independentemente do tamanho do manequim. Ela conta, ainda, os desafios de realizar vendas nas mídias sociais, como o Instagram.

“Trata-se de mais um espaço com conteúdo relevante direcionado aos adolescentes e jovens. Nosso objetivo é compartilhar as experiências de profissionais que passaram por nosso programa de aprendizagem, abrindo horizontes visando à sua formação como ser humano e profissional do futuro”, destacou Saade acrescentando que está muito feliz em fazer a apresentação dos podcasts com ex-aprendizes.

Ficou curioso? Ouça agora o episódio de estreia e acompanhe nossas mídias sociais para não perder nenhum. Com certeza, você encontrará muita inspiração e bom conteúdo para agregar valor em sua trajetória profissional!

 

Ouça agora no Spotify!

Vem aí o Dia de Doar Espro

Vem aí o Dia de Doar Espro

A doação é um ato de generosidade e transformação. E em 1º de dezembro, celebraremos esses gestos com o Dia de Doar, uma campanha global que visa despertar a cultura de doação na sociedade. Uma data importante, pois, de acordo com o Ipea, são mais de 820 mil organizações da sociedade civil no Brasil que se dedicam a realizar projetos sociais e o Espro é uma delas. Nosso propósito é levar educação profissional, transformação social e inclusão de adolescentes e jovens no mundo do trabalho.

É o momento de todos se mobilizarem para promover um país mais generoso e solidário, por meio da conexão de pessoas com causas. Por isso, deixamos aqui nosso convite para o Dia de Doar Espro: seja um agente de transformação com a prática diária de pequenas ações, que quando somadas, podem mudar a realidade!

Existe uma infinidade de causas sociais e certamente você tem afinidade a alguma delas. Pode ser pelo meio ambiente, proteção dos animais, combate à desigualdade de raças, apoio às mulheres, diminuição da pobreza, entre outras tantas. Então escolha sua causa e, nesse Dia de Doar Espro, pratique e incentive doações e ações voluntárias. Você pode oferecer desde dinheiro até pequenos gestos de solidariedade, como destinar uma parte do seu tempo, talento, roupa, brinquedo, comida, ou o que você puder compartilhar.

E, se desejar e tiver afinidade com nossa causa, você pode contribuir com a transformação de vida de adolescentes e jovens, famílias e comunidades, apoiando o Espro. Confira os detalhes neste link.

Não importa a sua escolha. O que vale mesmo é fazer a diferença e ajudar a construir uma sociedade cada vez mais unida e forte!

Espro na luta contra a violência à mulher

Espro na luta contra a violência à mulher

Dia 25 de novembro é o Dia Internacional da Luta Contra a Violência à Mulher, data marcada pelo combate à desigualdade de gênero e a construção de uma sociedade mais igualitária. Aqui no Espro, as mulheres são a maioria da força de trabalho e ocupam 75% dos postos. Com tamanha representatividade, não podemos deixar de promover a conscientização contra a violência à mulher.

A violência contra a mulher é um fenômeno que não distingue cor, classe social ou raça. É um ato de violação dos direitos humanos que geralmente identificamos quando associada ao uso da força, como nos casos de feminicídio (1.314 mulheres mortes em 2019), mas em muitos eventos deixamos de nos indignar por não reconhecermos as agressões quando empregadas na forma de coerção, como em ameaças, ofensa verbal e intimidação.

Da casa à escola, do trabalho ao atendimento de saúde, a mulher convive diariamente com situações que podem levar à violência de gênero que provocam grandes estragos nos aspectos físico, emocional, moral e até patrimonial.

 

Violência contra a mulher é crime!

Aqui no Brasil a violência contra a mulher é crime previsto na Lei nº11.340/2006, popularmente conhecida como Lei Maria da Penha. Esta lei, além de definir as formas de violência contra as mulheres (física, psicológica, sexual, patrimonial e moral), também prevê a criação de serviços especializados, como os que integram a Rede de Enfrentamento à Violência contra a Mulher, compostos por instituições de segurança pública, justiça, saúde, e da assistência social.

Confira os tipos de violência contra a mulher, de acordo com o artigo 7º da Lei Maria da Penha:

Violência física: entendida como qualquer ação que ofenda a integridade ou saúde corporal.

Violência psicológica: qualquer comportamento que cause dano emocional e diminuição da autoestima, que prejudique e perturbe o pleno desenvolvimento ou que vise degradar ou controlar suas ações, comportamentos, crenças e decisões, mediante ameaça, constrangimento, humilhação, manipulação, isolamento, vigilância constante, perseguição insistente, insulto, chantagem, ridicularização, exploração e limitação do direito de ir e vir; ou qualquer outro meio que cause prejuízo à saúde psicológica.

Violência sexual: está relacionada a uma atitude que constranja a presenciar, a manter ou a participar de relação sexual não desejada, mediante intimidação, ameaça, coação ou uso da força; que induza a comercializar ou a utilizar, de qualquer modo, a sexualidade; que impeça de usar qualquer método contraceptivo ou que a force ao matrimônio, à gravidez, ao aborto ou à prostituição, mediante coação, chantagem, suborno ou manipulação; ou que limite ou anule o exercício de seus direitos sexuais e reprodutivos.

Violência patrimonial: entendida como qualquer atitude que caracterize retenção, subtração, destruição parcial ou total de seus objetos, instrumentos de trabalho, documentos pessoais, bens, valores e direitos ou recursos econômicos, incluindo os destinados a satisfazer suas necessidades.

Violência moral: significa qualquer atuação que configure calúnia, difamação ou injúria.

 

Denuncie!

Agora que você já sabe os tipos de agressões fique atento! Caso tenha sofrido ou presenciado algum episódio de violência contra a mulher, busque ajuda por meio dos seguintes canais:

  • Delegacias Especializadas de Atendimento à Mulher (DEAM);
  • Disque 190 para casos de emergência;
  • Disque 180 para denúncias;
  • Centro de Referência da Mulher para acolhimento e atendimento humanizado e direcionado a mulheres e meninas vítimas de violência.
Programa Jovem Pro-Líder Espro avança no desenvolvimento de 40 adolescentes e jovens líderes

Programa Jovem Pro-Líder Espro avança no desenvolvimento de 40 adolescentes e jovens líderes

O mês de novembro segue intenso aos 40 adolescentes e jovens participantes do Jovem Pro-Líder, primeiro programa do Espro exclusivo para o desenvolvimento de lideranças juvenis. Entre 13 e 22 de novembro, os integrantes percorreram uma jornada de transformação e desenvolvimento, unindo curiosidade, criatividade, empreendedorismo e inovação para o planejamento e a implantação de projetos com foco no desenvolvimento sustentável de suas comunidades.

Sob a curadoria de Pérsio Mandel, consultor de empresas e sócio da AKIA Assessoria Empresarial, a trilha de aprendizagem do Programa Jovem Pro-Líder teve início com o ciclo virtual de oficinas de imersão, realizado entre 13 e 17 de novembro, com os respectivos temas: “Curiosidade de Todos e Nós” e “Nossa Criatividade”.

Neste ano, a edição 2020 dos Prêmios Rotários de Liderança Juvenil (Ryla) foi integrada à jornada de desenvolvimento do programa. O evento, realizado em 21 de novembro, em formato totalmente online, reuniu um time de renomados palestrantes como Wagner Sanches, Olavo Bevilaqua, Augusto Roque, Patrícia Kuhn e a Dra. Ariane Castro, que discutiram sobre inovação, empreendedorismo, tecnologia, consciência crítica, comunicação e oratória, saúde e segurança e liderança juvenil.

Seguindo a programação do Jovem Pro-Líder, no domingo, 22 de novembro, os adolescentes e jovens novamente se encontraram para a maratona virtual de projetos. Nesse dia, o desafio foi planejar uma proposta de oportunidade de melhoria e transformação social sustentada pelos conceitos de inovação e criatividade a ser implantada futuramente nas comunidades onde vivem. Das mais de 300 ideias sugeridas pelos participantes surgiram 5 projetos macro a serem aprimorados e viabilizados até o final desta primeira etapa preparatória, que se encerra em 11 de dezembro.

Sobre o Programa Jovem Pro-Líder

O programa é uma grande novidade implementada pelo Espro em 2020, totalmente gratuito e com duração de um ano. Cada participante recebeu um tablet para acompanhar as etapas de desenvolvimento que visam despertar não só novas habilidades e conhecimentos, como mudanças na forma de pensar, agir e encarar os valores para a transformação social.

O Jovem Pro-Líder é uma oportunidade única de desenvolvimento aos participantes. Serão três etapas sustentadas na metodologia pedagógica prática, repleta de ferramentas para o desenvolvimento das competências essenciais para a formação dos futuros líderes do mundo do trabalho. O programa engloba maratona virtual, mentoria, soft skills de um jovem líder, coach e games; além isso, dinâmicas e vivências práticas são empregadas nos diversos módulos do programa, para permitir a reflexão dos participantes do seu papel na sociedade.

Este é mais uma ação que desenvolvemos para oferecer melhor capacitação e garantir formação profissional de qualidade aos adolescentes e jovens. Aproveite para conhecer outros programas e projetos que realizamos ao longo do ano, aqui em nosso site. E não esqueça que você ou sua empresa também pode contribuir com a transformação de vidas, descubra aqui como apoiar a nossa causa.

Acompanhe as atualizações sobre o programa aqui no blog, neste link.

Espro realiza primeira oficina de geração de renda presencial na pandemia

Espro realiza primeira oficina de geração de renda presencial na pandemia

semana de 16 a 20 de novembro foi marcada pela realização de mais uma edição do Programa Aprender e Transformar, com a oficina de geração de renda de corte e costura, que aconteceu na capital de São Paulo. Essa é a primeira oficina a ser realizada presencialmente após o início da pandemia, com objetivo de promover o empreendedorismo em comunidade de extrema vulnerabilidade.

A oficina foi realizada no Jardim Paraná – região da Brasilândia (extremo norte da cidade), em parceria com o Instituto Caminho da Paz. Ao todo, 17 participantes foram iniciados na arte de corte e costura e foram criados 60 ecobags e 60 saquinhos. As peças confeccionadas formarão uma embalagem muito especial para a entrega do prêmio Espro Melhores Escolhas, aos parceiros vencedores da edição 2020. Também houve sorteio de uma máquina de costura doméstica entre os participantes – Tatiane Rodrigues Silva foi a contemplada.

Essa ação se destaca não só por proporcionar aprendizado e oferecer conhecimento para geração de renda extra às famílias, mas também por permitir que nossa causa seja materializada e compartilhada com as empresas parceiras.

FAÇA PARTE DESSA CAUSA! Entre em contato com o nosso time e descubra como sua empresa pode contribuir na transformação de vidas. Clique aqui para informações completas.