Espro - Ensino Social Profissionalizante

Educa, Transforma, Inclui.

São Paulo (Matriz) Tel. 11 2504-1174

  • São Paulo (Matriz) Tel. 11 2504-1174
  • Rio de Janeiro Tel. 21 3513-6400
  • Belo Horizonte Tel. 31 3506-1900
  • Curitiba Tel. 41 3075-2750
  • Recife Tel. 81 3424-8166
  • Brasília Tel. 61 3226-1512
  • Campinas Tel. 19 3722-0004
  • Porto Alegre Tel. 51 3085-5707
Início do conteúdo

18/Jun - Ministro diz que dar trabalho a jovens é melhor que reduzir maioridade penal

O ministro da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, Guilherme Afif Domingos, disse hoje (17) que a ampliação do acesso de jovens ao mercado de trabalho é melhor do que a redução da maioridade penal de 18 para 16 anos, que está sendo discutida no Congresso Nacional.

“Acredito que, muito melhor que a redução da maioridade, é trabalharmos na prevenção, permitindo dar oportunidade ao nosso jovem adolescente para sair do mundo crime e entrar no mundo do trabalho. A escola do trabalho, ao lado da escola [convencional], sempre foi uma grande escola. Todo mundo que começou aos 14 anos deu exatamente o passo inicial de carreiras de sucesso”, disse o ministro, durante a cerimônia para comemorar a marca de 5 milhões de microempreendedores individuais (MEIs), alcançada em junho.

Afif defendeu um “grande mutirão” para que as micro e pequenas empresas contratem adolescentes por meio da Lei do Aprendiz.

Criado há cinco anos, o MEI é uma iniciativa de formalização e inclusão econômica e social para pequenos empreendedores, com regras simplificadas e redução de carga tributária. Para ter direito às regras diferenciadas, o empreendedor tem que ter faturamento de até R$ 60 mil por ano.

Afif atribuiu o aumento da formalização nos últimos anos principalmente à redução de 11% para 5% dos encargos previdenciários para os inscritos no programa. “A proposta é simplificar, desburocratizar. Quando todos pagam menos, o governo arrecada mais. Esse deve ser o conceito: aumentar a base de tributação e não aumentar o tributo”.

Dados da secretaria indicam que 52% dos empreendedores formalizados no programa são homens e 48%, mulheres. A maioria está no setor de serviços (42,1%), seguida do comércio (36,6%) e da indústria (11,6% dos inscritos no programa).

Mais da metade dos microempreendedores individuais estão na Região Sudeste, que concentra 50,6% do total. O Norte tem apenas 5,7% dos inscritos. Cerca de 20% são da Região Nordeste; 14,8%, do Sul e 9%, do Centro-Oeste.

Mais de 500 atividades podem ser incluídas no MEI, entre as quais comércio varejista de acessórios e vestuário, cabeleireiros e trabalho na construção civil, que lideram o ranking de inscritos.

Segundo Afif, cerca de 500 mil beneficiários do Bolsa Família deixaram o programa e se inscreveram no MEI.

O presidente do Sebrae, Luiz Barretto, disse que os principais desafios do programa são a capacitação e a inclusão produtiva dos microempreendedores e que a instituição já tem programas voltados especialmente para esse público. 

"Quem não tem acesso à capacitação fica fora do mercado. O Sebrae defende que inovação é transversal, não importa se é grande empresa ou MEI. O MEI também precisa se desenvolver."


Fonte: Brasil Post e Agência Brasil 

14/mai - Jovens da FMT participam do Projeto Rumo Universitário

No sábado, 9 de maio, todos os jovens da Formação para o Mundo do Trabalho participaram do Projeto Rumo Universitário, promovido pelo Rotary Club São Paulo, no Colégio Rio Branco. Em sua 17ª edição, o evento consiste em oferecer aos jovens palestras e debates de profissões: uma oportunidade para avaliar incertezas, esclarecer dúvidas e ajudar na escolha de uma carreira.

Cada jovem pode escolher três palestras entre os temasInformática, Engenharia, Administração, Contabilidade, Economia, Medicina, Serviço Social, Direito, Nutrição, Fonoaudiologia, Arquitetura, Paisagismo, Biblioteconomia, Enfermagem, Biomedicina, Marinha, Exército, Aeronáutica, Design Editorial, Turismo, Moda, Hotelaria, Jornalismo, Cinema, Letras, Publicidade e Propaganda, Educação Física, Relações Internacionais, Odontologia, Pedagogia, Polícia Militar e Civil, entre outros.

Em sua palestra, a nutricionista Adriana Lúcia Ávila abordou as diversas áreas de atuação e o cenário do mercado de trabalho da área de nutrição, além de esclarecer a diferença entre nutricionista, nutrólogo e endocrinologista “Esta é a dúvida mais freqüente e, muitas vezes, decisiva para o jovem que já possui interesse na área”, afirmou.

Para André Luiz Villas Boas e Silva, diretor de Assuntos Internacionais do Rotary Club São Paulo e integrante da Comissão organizadora do Rumo o objetivo do projeto é ser facilitar o jovem no processo de decisão em um dos momentos mais importantes de sua vida, o início da carreira profissional. “Disseminar o máximo de informações sobre as profissões para que os jovens possam fazer a escolha certa”.

Ao todo, participaram cerca de 300 jovens das unidades de Itaguassu, Osasco, Abrace, Aon, Maria Borba, Casa Nina e André Franco Vive.“Após as palestras de Direito e Promotoria me interessei ainda mais em ser advogada. O nome do evento não poderia ser melhor, pois ele ajuda mesmo a gente a tomar o rumo da carreira”, disse Samara Leslei, 17 anos, da unidade Casa Nina.

 

“O jovem tem a possibilidade de receber, de ótimos profissionais, um conhecimento amplo da rotina de três áreas de sua escolha, despertando a possibilidade de escolha, uma vez que nesta fase eles ainda possuem muitas dúvidas de que carreira querem seguir. É um aprendizado único para eles”, afirma Danielle Cristina, coordenadora do programa de Formação para o Mundo do Trabalho.

02/Out - Espro apresenta seu programa de Estágio no evento CriaRH

jovemaprendiz_criarh

Com 34 anos de tradição no Programa Jovem Aprendiz, o Espro – Ensino Social Profissionalizante traz uma nova possibilidade de inserção no mercado do trabalho aos jovens de Recife, o Programa de Estágio. A instituição como agente de integração se torna um importante elo entre empresas, estudantes e instituições de ensino, identificando as melhores oportunidades do mercado.

Para divulgar este e os outros programas da instituição aos jovens da região, o Espro Recife participa entre os dias 2 e 4 de outubro, do Criarh- Congresso Brasileiro de Criatividade, RH & Gestão com Pessoa RH & Gestão com Pessoas, no Centro de Convenções de Pernambuco.  Os programas oferecidos pelo Espro são: Estágio, Jovem Aprendiz e Formação Profissional para o Mundo do Trabalho. No estande, os jovens poderão receber informações e se cadastrar.

O objetivo deste evento é desenvolver o potencial criativo do ser humano nas organizações e buscar respostas para situações como: identificar, capacitar e desenvolver talentos, manter os profissionais mais engajados, preparados e motivados com suas equipes. Serão disponibilizadas palestras magnas e simultâneas, mini cursos e uma exposição com as melhores instituições de recursos humanos.

Veja histórias de sucesso de jovens de Recife atendidos pelo Espro:

Conheça Aline, Jovem Aprendiz Espro.
Conheça as irmãs Ariane e Adrielle, Jovens Aprendizes Espro.

Serviço:
Centro de Convenções de Pernambuco
Endereço: Av. Professor Andrade Bezerra, s/n
Salgadinho - Olinda - PE, 53111-970
Telefone: 81 3182.8000
Site: www.cecon.pe.gov.br/o-cecon-pe/

Para informações sobre o Espro, acesse: www.espro.org.br/estagio

26/Mar - Espro - 35 anos transformando sonhos em realidade e construindo um país melhor

jovem-aprendiz_35 anos

Nesta quarta-feira, dia 26 de março, o Espro – Ensino Social Profissionalizante completa 35 anos de história. Durante todos estes anos  cerca de 110 mil jovens, suas famílias e comunidades tiveram suas vidas transformadas pela causa da instituição, por meio dos Programas Jovem Aprendiz,  Formação Profissional para o Mundo do Trabalho, Oficina de Geração de Renda e de Convivência.

As ações realizadas pelo Espro vão além da inserção jovem no mundo do trabalho. Os projetos sociais têm por objetivo resgatar a cidadania e aumentar a autoestima. Em 2013, o DDS – Departamento de Desenvolvimento Social do Espro atendeu 15.729 pessoas, por meio de ações sociais nas comunidades, além de jovens e familiares, que buscam melhorar a qualidade de vida, diminuir os índices de violência doméstica, aumentar a empregabilidade e o acesso a bens e serviços.
Um dos exemplos de transformação foi a Maria Carlita, mãe de Jovem Aprendiz, que fez da garagem um ponto de venda de doces e salgados. “Com tantos elogios que recebo da clientela, pretendo ampliar meu negócio. Estou muito realizada”, diz Maria, que participou do curso de Geração de Renda.

Despertar o empreendedorismo também faz parte do curso de Formação Profissional para o Mundo do Trabalho. Talita Thaís Ribeiro, do Espro Curitiba, abriu o próprio negócio com os conhecimentos adquiridos na instituição. ”Aproveitei a parte teórica que aprendi no Espro e apliquei na vendinha que eu fiz aqui em casa. Sinto-me preparada para o mundo profissional”, conta a jovem.

O Programa Jovem Aprendiz faz o jovem inserido exergar-se como cidadão, pois ele cria responsabilidades e tem a possibilidade de conviver em um ambiente corporativo. “Eu não sabia o que era trabalhar, ter responsabilidade, ética e a importância de exercer a cidadania. Com a experiência no programa Aprendiz Espro, tornei-me outra pessoa”, Mayara Viviane Souza Ladeia, Jovem Aprendiz do Banco Santander.

Uma das instituições pioneiras neste programa, o Espro conta hoje com mais de 900 empresas parceiras, que promovem o desenvolvimento profissional e pessoas de milhares de jovens. “Uma das crenças de gestão do Grupo Votorantim é a Meritocracia. Acreditamos que as pessoas são únicas e merecem ser valorizadas de forma justa e de acordo com suas entregas. Investir no desenvolvimento desses talentos é também investir em bons resultados”, Fábio Santos Sant´Anna, gerente de Desenvolvimento Humano e Organizacional da Votorantim Cimentos.

Educar, transformar e incluir os jovens, suas famílias e a comunidade têm sido a missão da instituição durante 35 anos. O objetivo desta instituição é transformar sonhos em realidade e construir um país melhor com acesso à educação, inserção no mundo do trabalho, além de estimular a cidadania com ações sociais.

18/Set - Espro participa da Feira Capital Estudante em Brasilia

jovemaprendiz_capital

Entre os dias 19 e 21 de setembro, o Espro Brasília divulga seus programas na 2ª edição da Feira Capital Estudante – O seu Guia do Futuro, no Pátio Brasil Shopping.  O objetivo deste evento é estimular o aprendizado e o desenvolvimento dos estudantes, além de reunir diversas oportunidades de aprimoramento e planejamento profissional.

Serão disponibilizadas atividades de orientação vocacional, simulados, oficinas de redação, cadastro de currículos para estágios, programas de trainees e emprego, e plantão para tirar dúvidas de concursos, como o da Procuradoria Geral da República e o do Ministério Público da União, no sábado, dia 21.

Estão previstas também palestras gratuitas nos três dias do evento, sempre às 20h. Entre as elas, a do rapper, compositor, escritor e empresário Gabriel O Pensador, na quinta-feira, dia 19, do jornalista e escritor Caco Barcellos na sexta-feira, dia 20 e da atriz, apresentadora, humorista, psicóloga e escritora Maria Paula fechará no sábado, dia 21. São esperadas 30 mil pessoas neste evento.

O Espro contará com um estande na feira para apresentar o seu Programa Estágio, e também a Formação Profissional para o Mundo do Trabalho e o Programa Jovem Aprendiz. Os jovens poderão receber informações e se cadastrar para os programas da instituição.

A instituição oferece ainda “Oficinas de Mercado de Trabalho” aos jovens, todos os dias da feira das 9h às 15h e uma palestra sobre “Primeiro Emprego Responsabilidade Social”, com a psicóloga e executiva do Grupo Axia Coaching, Iracylka Liberato, no sábado dia 21.

Para informações sobre o Espro, acesse: www.espro.org.br

Serviço
Feira Capital Estudante - O Seu Guia do Futuro
Dias: 19 a 21 de setembro
Horário: das 9h às 20h
Local: Pátio Brasil Shopping
www.capitalestudante.com.br
Entrada Franca

Fim do conteúdo (Clique neste link para voltar ao início do conteúdo) Voltar ao topo da página (Menu principal)