Espro - Ensino Social Profissionalizante

Educa, Transforma, Inclui.

São Paulo (Matriz) Tel. 11 2504-1174

  • São Paulo (Matriz) Tel. 11 2504-1174
  • Rio de Janeiro Tel. 21 3513-6400
  • Belo Horizonte Tel. 31 3506-1900
  • Brasília Tel. 61 3226-1512
  • Curitiba Tel. 41 3075-2750
  • Recife Tel. 81 3424-8166
  • Salvador Tel. 71 3027-5023
  • Campinas Tel. 19 3722-0004
  • Porto Alegre Tel. 51 3085-5707
Início do conteúdo

Espro participa de reportagem sobre Formação Profissional de PCD

31 de agosto de 2016

No dia 23 de agosto, o Espro Porto Alegre participou do seminário sobre Deficiência Psicossocial e Formação Profissional de Pessoas com Deficiência, promovido pela Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Rio Grande do Sul, FADERS, COMDEPA e demais parceiros. O evento foi tema de reportagem da TVE.

Com o objetivo de incentivar a contratação de pessoas com deficiência no mercado do trabalho e mostrar que esta prática é cada vez mais comum, as palestras abordaram as deficiências psicossocial e autismo e apresentaram duas propostas que ajudam a inserção desse público ao mundo corporativo.

A Aprendizagem Profissional foi uma delas. Uma das palestrantes sobre o tema foi Livia Menna Barreto, membro do Fórum Gaúcho de Aprendizagem Profissional e gerente do Espro no Rio Grande do Sul, que nos últimos anos incluiu mais de 50 pessoas com deficiência. “Eventos como esse são necessários para esclarecer dúvidas e informar os meios de acessibilidade necessários para atender com excelência esse público”, afirmou Lívia.

 

 

Campanha #partiudoarsangue é destaque na imprensa

31 de agosto de 2016

O Espro, em parceria com o Hemocentro da Santa Casa de São Paulo, promoveu a campanha #partiudoarsangue, que conscientiza jovens sobre a importância da doação de sangue. São mais de três mil Aprendizes que a instituição atende na capital. Nos dias 29 de agosto à 2 de setembro, cerca de 150 jovens da unidade Centro 2 participaram.

A boa ação foi tema de reportagem do Jornal da Cultura e da Rádioagência Nacional, da EBC.

Para complementar a campanha, durante as Atividades Teóricas que o programa Jovem Aprendiz oferece, foi realizada uma dinâmica de sensibilização, em que os instrutores exemplificaram os casos que mais necessitam de doações e também discorreram sobre todas as informações de quem pode e como doar.


A parceria entre o Espro e a Santa Casa se iniciou em junho, com mais de 265 jovens adeptos à doação de sangue. Até o fim do ano, a ação se estenderá para mais 600 jovens. Esta ação também acontece em todas as unidades do Espro espalhadas pelo Brasil.

Espro ministra primeiro workshop sobre Gestão de Conflitos

6 de julho de 2016

Em junho, a equipe de Desenvolvimento Educacional elaborou e ministrou um workshop sobre Gestão de Conflitos para Jovens Aprendizes de uma grande instituição financeira. Este é um novo serviço que o Espro está oferecendo para todas as empresas do mercado, independentemente se há parceria com a instituição ou não.

O projeto atingiu mais de 70 jovens, sendo que 99% avaliaram a metodologia e técnicas utilizadas positivamente. O conteúdo proposto também agradou, com 97% de aprovação. Segundo Barbara Monteiro, supervisora da área de Projetos Educacionais e idealizadora da ação, esta é uma nova oportunidade de levar conhecimentos e capacitar jovens para o mercado de trabalho. “E isso é o que a instituição faz de melhor. A novidade é que, por meio de uma metodologia dinâmica e ativa, se o conteúdo está sendo bem aplicado o retorno é imediato, nos dando a chance de adequá-lo à compreensão e dificuldades de cada turma”, afirma. 

Logo de início, para integrar os jovens, a apresentação de todos se deu com a elaboração de crachá, em que cada participante tinha 30 segundos para escrever seu nome e desenhar algo com que tivesse identificação. Entretanto, o material foi disponibilizado em pequena proporção, para que os jovens já se deparassem com uma situação de conflito. Outra dinâmica dada como exemplo e como ponto crucial para a introdução do tema, foi “As contraditórias”: Cada jovem recebeu uma tarefa para cumprir, e cada tarefa era antagônica à outra. Por exemplo: enquanto um jovem tinha a função de manter a luz apagada, um colega tinha como objetivo mantê-la acesa.

Com a vivência real de conflitos, iniciou-se o conteúdo teórico sobre posturas adequadas para estes momentos, com discussão de case e jogo de tabuleiro e exibição de vídeo trazendo a reflexão sobre questões que costumam acontecer no dia a dia de trabalho, como competição, tomada de decisão e questões éticas.

Após a apresentação de um vídeo sobre o tema, o fortalecimento das habilidades e aprendizados adquiridos pelo jovem e um momento dedicado às dúvidas, o workshop foi finalizado com uma dinâmica incentivadora para que todos lutem pela realização de sonhos, com ética e persistência.

Confira a reação dos jovens participantes: 

“Muito produtivo. Palestra que esclareceu e me tirou muitas dúvidas. Conteúdo interessante e muito bem elaborado. Uma das melhores palestras já feitas aqui”.

“Muito bom, a maneira que foi apresentado e aplicado o conteúdo. É fácil absorver”.

“Excelente apresentação do conteúdo, pois foi abordado de forma descontraída, além de agregar conhecimentos que poderemos aplicar no dia a dia”.

 

Porto Alegre recebe seminário sobre Formação Profissional de Pessoas com Deficiência

18 de agosto de 2016

No dia 23 de agosto, a Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Rio Grande do Sul, FADERS, COMDEPA e demais parceiros, promovem um seminário sobre Deficiência Psicossocial e Formação Profissional de Pessoas com Deficiência. Totalmente gratuito e sem inscrição prévia, o evento acontece no auditório Romildo Bolzan do Tribunal de Contas do Estado, na Rua 7 de Setembro, 388 -  Centro Histórico, a partir das 8h30.

Com o objetivo de incentivar a contratação de pessoas com deficiência no mercado do trabalho e mostrar que esta prática é cada vez mais comum, as palestras irão abordar as deficiências psicossocial e autismo e apresentará duas propostas que ajudam a inserção desse público ao mundo corporativo.

Aprendizagem Profissional é uma delas. Uma das palestrantes sobre o tema será Livia Menna Barreto, membro do Fórum Gaúcho de Aprendizagem Profissional e gerente do Espro no Rio Grande do Sul, que nos últimos anos incluiu mais de 50 pessoas com deficiência.  “Eventos como esse são necessários para esclarecer dúvidas e informar os meios de acessibilidade necessários para atender com excelência esse público”, afirma.

Confira a programação:

8:30 – Aprendizagem Profissional para Pessoas com Deficiência: Legislação, Oportunidades, Instituições e Adaptações

 

  • Rafael Giguer-Auditor Fiscal do Trabalho - SRTE/RS
  • Nara dos Anjos - Coordenadora de Projetos Especiais- SENAC
  • Elizabete Noschang - Interlocutora do Programa SENAI de Ações Inclusivas
  • Livia Menna Barreto - Fórum Gaúcho de Aprendizagem Profissional e Espro

 

10:00 – Estágio: Experiências e Oportunidades

  • Carolina Miranda e Denise Pereira - Pedagogas da SMED/POA - Programa Trabalho Educativo
  • Representante da FDRH 

11:30 – Intervalo para almoço

13:30 – Deficiência Psicossocial (Mental): Legislação, Impedimentos Psicossociais, Concessão de Passe Livre

 

  • Ana Costa- Auditora Fiscal do Trabalho - SRTE/RS
  • Sandra Maria Soares –Médica Psiquiatra - Projeto Capacitar 
  • Fabíola Malaguez - Pedagoga e Psicóloga- FADERS

 

16:00– Inclusão da Pessoa com Autismo no Trabalho: Barreiras e Acessibilidade

  • Vivian Missaglia - Professora Universitária - Instituto Autismo & Vida 

17:00 – Encerramento

Espro Recife recebe Geladeira Cultural

4 de julho de 2016

No mês de junho, o Espro Recife recebeu uma Geladeira Cultural e um kit de livros. A iniciativa é da Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Enfrentamento ao Crack e outras Drogas, e tem o objetivo de facilitar e incentivar o acesso da população à leitura.

As geladeiras foram pintadas por grafiteiros locais, transformadas em bibliotecas e entregues, inicialmente, para seis entidades do município, entre elas, o Espro. “A filial ainda não possui biblioteca. Com a chegada da geladeira cultural, teremos a possibilidade de estimular nos jovens a cultura e literatura”, afirma Marcela Toledo, gerente do Espro Recife. A proposta é que aja uma rotatividade dos livros dentro da geladeira, promovendo a reciclagem dos conteúdos.

A instituição ganhou evidência nos projetos da prefeitura devido a sua atuação socioeducacional e também por participar, em 2015, do projeto FOCO – Formação Comunitário, formando o maior número de multiplicadores para o fortalecimento de uma cultura de prevenção do uso e dependência de drogas no município.

A cerimônia também contou com a presença do prefeito do Recife, Geraldo Júlio, e do secretário de Enfrentamento ao Crack e Outras Drogas, Fernando Dourado e dos artistas grafiteiros. Marcela Toledo foi quem recebeu a Geladeira Cultural da instituição, acompanhada de 90 jovens dos programas Jovem Aprendiz e Formação para o Mundo do Trabalho

Sobre o Geladeira Cultural 

Projeto que transforma geladeiras usadas em bibliotecas. O servidor da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e coordenador do movimento Periferia & Cidadania, Sérgio Santos, é o idealizador do projeto e está à frente das oficinas que têm como objetivo revitalizar as carcaças dos eletrodomésticos para serem doadas a associações, creches, escolas, ONG's e empresas. 

 
Fim do conteúdo (Clique neste link para voltar ao início do conteúdo) Voltar ao topo da página (Menu principal)