Espro - Ensino Social Profissionalizante

Educa, Transforma, Inclui.

São Paulo (Matriz) Tel. 11 2504-1174

  • São Paulo (Matriz) Tel. 11 2504-1174
  • Rio de Janeiro Tel. 21 3513-6400
  • Belo Horizonte Tel. 31 3506-1900
  • Brasília Tel. 61 3226-1512
  • Curitiba Tel. 41 3075-2750
  • Recife Tel. 81 3424-8166
  • Salvador Tel. 71 3027-5023
  • Campinas Tel. 19 3722-0004
  • Porto Alegre Tel. 51 3085-5707
Início do conteúdo

A importância do gestor no processo de Aprendizagem

Gestão de Pessoas é um conceito relativamente complexo e com diversas abordagens que, em poucas palavras, diz respeito ao ato de desenvolver o melhor de uma equipe ou de um profissional em benefício da organização. Uma tarefa que, à primeira vista, pode parecer simples, mas que exige metodologia de ensino, disponibilidade de tempo e disposição tanto para ensinar quanto para ouvir.

Leia mais: A importância do gestor no processo de Aprendizagem

Espro tem área exclusiva para o desenvolvimento profissional dos jovens Aprendizes

Jovens Aprendizes do Espro têm seu desempenho e desenvolvimento acompanhado por uma equipe de profissionais da instituição, formada por psicólogos, pedagogos e demais profissionais da educação. A área de Acompanhamento do Espro realiza com os jovens Aprendizes uma orientação profissional e socioeducacional com o intuito de tratar processos de aprendizado e situações cotidianas da Aprendizagem prática e teórica. São analisados os aspectos comportamentais como também o cumprimento dos aspectos legais, potencializando a inserção e a empregabilidade do jovem no mundo do trabalho.

Leia mais: Espro tem área exclusiva para o desenvolvimento profissional dos jovens Aprendizes

Um olhar sobre o conceito e prática de educação profissional

A educação ergueu-se, a princípio, como um produto para um pequeno segmento da sociedade, com um currículo limitado e, no Brasil, só passou a abranger a todas as pessoas quando se percebeu a necessidade de aprimorar a classe trabalhadora, no início do século XX. O intuito real era de se obter, por meio dessa instrução, uma maior produtividade. Foi neste cenário que surgiu o que chamamos hoje de educação profissional.

Leia mais: Um olhar sobre o conceito e prática de educação profissional

Aprendizagem: solidez e experiência fazendo o Brasil crescer

A história da Aprendizagem começa em 1942, com a criação do SENAI – Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, pelo governo do então presidente Getúlio Vargas. O objetivo era atender a uma demanda crescente de formação de mão de obra para o momento em que o país vivia: a transição de uma economia agrícola para uma economia cada vez mais industrializada. Em seguida, para atender as necessidades no segmento do comércio foi criado o SENAC - Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial. Só os segmentos da indústria e comércio tinham a obrigatoriedade de contratar Aprendizes. Na década de 90 foram criados o SENAR - Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, o SENAT - Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte, e o SESCOOP - Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo, o que ampliou os segmentos para atuação de Aprendizes.

Leia mais: Aprendizagem: solidez e experiência fazendo o Brasil crescer

Fim do conteúdo (Clique neste link para voltar ao início do conteúdo) Voltar ao topo da página (Menu principal)